in

Lia Clark vs YouTube: Plataforma tira “Trava Trava” e “Boquetáxi” do ar

Lia Clark está, mais uma vez, sofrendo problemas com o YouTube. Dessa vez, a principal plataforma de vídeos removeu seus clipes “Trava Trava”, de 2016, e “Boquetáxi”, sua produção mais recente que tinha mais de 1 milhão de acessos.

No Twitter, a drag queen comentou: “Trava Trava e Boquetáxi tão fora do ar mesmo 🙁 Mas continuem escutando nos streams que a gente ta fazendo de tudo pra botar de novo”. Ao tentar acessar o link dos clipes, apenas a mensagem “Este vídeo não está disponível” aparece – sem nenhuma justificativa.

Lançado no final de julho, “Boquetáxi” foi restringido para usuários com mais de 18 anos em sua estreia. Após uma carta aberta publicada por Lia, acusando a plataforma de LGBTfobia, o vídeo retornou à classificação livre no YouTube. “Eu poderia listar milhões de vídeos/músicas cis-héteros brasileiros que constam no youtube com nudez e palavrões nos quais não consta a tal restrição de +18. Porém, não vou apontar o dedo pra ninguém, só quero deixar explícito que isso é LGBTQfobia. E este preconceito não está vindo exclusivamente dos cis-heteros, mas também dentro da nossa comunidade, que acaba acreditando que se enquadrar aos padrões de higienização impostos por nossos opressores é uma questão de respeito. Não, não é! Respeito é tratar todos de forma igualitária”, disse ontem assim que soube da restrição. Leia a declaração completa aqui.

Escrito por Redação POPLine

Após estrelar vídeo de Katy Perry, Gretchen anuncia a “Swish Swish Tour”

#DJKhaledChallenge: “Wild Thoughts” viraliza nas redes sociais e pode dar 15º #1 à Rihanna