Foto: Divulgação
in ,

Léo Santana e IZA são os brasileiros da música entre as 100 personalidades Afrodescendentes Mais Influentes do Mundo

Tanto Léo Santana como IZA aparecem na categoria Mídia e Cultura de um dos prêmios mais importantes do planeta.

Foi revelada ao mundo, após a abertura da 74ª Assembleia Geral da ONU – Organização das Nações Unidas, uma das premiações mais importantes do planeta: a lista das 100 personalidades Afrodescendentes Mais Influentes do mundo (ou MIPAD, em sua sigla em inglês) em 2020, e nela os brasileiros Léo Santana e IZA são os representantes da nossa música.

A premiação é reconhecida pela ONU e engloba todas as áreas de atuação, como arte e cultura e empreendimentos que sejam voltados para o público afro. Léo e IZA aparecem na categoria de Mídia e Cultura, juntos com o jornalista Renan Souza, da CNN Internacional.

”Ser um dos escolhidos como representante afrodescendentes no meu país e saber que minha carreira impacta positivamente na vida de muitas pessoas só me faz crer que estou no caminho certo! Quanta representatividade! Haja orgulho! Gratidão acima de tudo!”, revelou Léo, em comunicado à imprensa.

Parcerias de Léo Santana

Léo Santana Harmonia do Samba Parangolé
Foto: Divulgação

Nos últimos meses, Léo Santana te trabalhado bastante em sua música e vem colaborando com outros grandes nomes da música brasileira, como Kevinho, MC Dublack, Harmonia do Samba, Parangolé e Pocah.

Além disso, Léo também se prepara para sua colaboração com Luísa Sonza, que deverá ser lançada em breve. “Tá vindo uma bomba aí. Léo Santana e Luísa Sonza, faz dois ‘LS’. Vai ser incrível. Hermana já está recuperada do Covid, pra gloriona de Deus, tá amando e é isso que importa, tá feliz, tá em paz. E o nosso clipe vem. Aguardem!”, afirmou o cantor, na época do anúncio de sua parceria com Luísa.

IZA na capa da ELLE

IZA, Gilberto Gil, Djamilla Ribeiro e Katú Mirim são capa da Elle
(Foto: Divulgação)

Atualmente preparando o seu próximo álbum, IZA também participou de algumas parcerias recentes, com nomes como Bruno Martini, Timbaland, Di Ferrero e Lagum, e recentemente estampou, ao lado de outras personalidades fortes brasileiras, a capa da revista ELLE, onde ela lembrou da coragem que teve de largar seu emprego para seguir seu sonho de trabalhar com música.

“Comecei a cantar muito mais por medo de ver o sonho passar, de não dar mais tempo de correr atrás, do que coragem”, lembrou IZA, que é formada em Publicidade e Propaganda e trabalhava na área antes de se aventurar como cantora, com vídeos para o YouTube, que a levaram a um contrato com a Warner Music.

Escrito por Kavad Medeiros

Que hit é esse, POPline? Mc Niack revela quem é a tal Juliana! Vem assistir!

BLACKPINK nova música

Com o “THE ALBUM” e “Lovesick Girls”, BLACKPINK tem a melhor estreia do fim de semana no Spotify Global