(Foto: Divulgação)
in ,

Lady Gaga celebra os 10 anos do “Born This Way” com nova versão do álbum

Recheado de sucessos, o álbum vem com versões de suas músicas na voz de grandes artistas LGBTQIA+.

É inegável a importância do álbum “Born This Way” na história da música internacional. Não só foi um grande sucesso e divisor de águas na carreia de Lady Gaga, como é também aclamado pela crítica e pelo público, em especial o LGBTQIA+, para quem esse disco tem grande importância em um nível pessoal.

Hino gay
Foto: Interscope Records

E para celebrar os dez anos deste icônico álbum, Lady Gaga preparou algo especial: uma nova versão do disco, que vem acompanhado com versões de algumas de suas faixas na voz de grandes artistas LGBTQIA+.

O álbum “Born This Way Reimagined” é uma edição especial do “Born This Way”, retrabalhada, com remixes e participações especiais, em comemoração aos dez anos de lançamento do disco.

Nas últimas semanas, Gaga já tinha revelado as versões de “Judas”, com Big Freedia, “Born This Way (Country Road Version)”, com Orville Peck, “Marry The Night”, com Kylie Minogue, e “The Edge of Glory”, com Years & Years.

Agora, com o álbum completamente lançado, há também em sua tracklist de versões as músicas “Highway Unicorn (Road To Love)”, que é apresentado pelo grupo country The Highwomen e ainda conta com a participação de Brittney Spencer e Madeline Edwards, e de “Yoü and I”, cantado por Ben Platt.

Ouça:

Empresário revela como foi trabalhar com Lady Gaga na era “Born This Way”

Bobby Campbell, empresário da estrela, contou à Billboard detalhes de bastidores, além de revelar o envolvimento de Gaga nas produções e sua genuína atenção ao público LGBT. Com um dos maiores discos de sua carreira, Gaga foi responsável por performances históricas e, diga-se de passagem, muito bem produzidas nos principais veículos como o Grammy, VMA, ‘Saturday Night Live”, “Good Morning America”, “American Idol”, “The Ellen DeGeneres Show”, “Oprah”, além do Oscar, que, posteriormente, seria conquistado por ela com “Shallow”.

>> Lady Gaga: “Todos nós experimentamos o veneno da supremacia branca”

E após, um pequeno review, Bobby relembrou as melhores passagens da época em comemoração aos 10 anos do disco. “Acho que ouvi ‘Born This Way’ primeiro e fiquei exultante e animado com o que significava e o que tinha a dizer. Eu me sentia tão animado como um homem gay por fazer parte de algo que eu sabia que mudaria a cultura e o mundo“, e ele não estava errado.

Escrito por Kavad Medeiros

Rodolffo pede que fãs não ataquem Camilla de Lucas

De Férias: temporada de tretas termina com clima de final feliz