Connect with us

Kanye West

Kim Kardashian comenta sobre ligação vazada entre Kanye West e Taylor Swift e é desmentida pela publicista da cantora

O assunto, que estourou em 2016, voltou à tona nos últimos dias.

Published

on

Em 2016, o mundo viu explodir uma verdadeira polêmica entre Kanye West, sua esposa Kim Kardashian e Taylor Swift. Polêmica essa que abalou de vez a amizade que Kanye tinha com Taylor, mesmo depois do famigerado episódio no VMA 2009.

Agora, para voltar a esquentar essa polêmica, o áudio da ligação entre Kanye e Taylor, onde Kanye West pedia autorização à cantora para usar de seu nome em uma controversa música, “Famous” (que o rapper chama a cantora de “vadia”), começou a circular na internet na íntegra e tudo voltou a ser comentado.

Depois de alguns dias e de Taylor Swift comentar sobre o assunto, a esposa de Kanye West, Kim Kardashian, resolveu finalmente comentar novamente sobre o acontecimento de 2016, que gerou o famoso tweet de cobra da celebridade, atribuído a Taylor.

“Taylor Swift resolveu reacender uma velha troca – que neste ponto no tempo parece bem egoísta, tendo em vista o que estão enfrentando as milhões de vítimas reais agora”, começou Kim.

“Eu não tinha sentido a necessidade de comentar dias atrás, e eu estou na verdade bem envergonhada e mortificada de estar fazendo isso agora, mas porque ela continua falando sobre isso, sinto que fico sem escolhas além de responder porque ela está mentindo.

“Para deixar claro, o único problema que eu tive nessa situação foi que Taylor mentiu através de seu publicista que afirmou que ‘Kanye nunca ligou para pedir permissão…’ Eles claramente se falaram então eu deixo vocês todos verem isso. Ninguém nunca negou que a palavra ‘vadia’ foi usada a permissão dela.

“Naquele momento que eles se falaram, a música ainda não tinha sido totalmente escrita, mas como todo mundo pode ver no vídeo, ela manipulou a verdade da verdadeira conversa deles em seu comunicado quando seu time disse que ela ‘negou e o alertou sobre lançar uma música com tamanha mensagem misógina’. A mentira nunca foi sobre a palavra ‘vadia’, era sobre se houve ou não uma ligação e o tom da conversa.

“Eu nunca editei a filmagem (outra mentira) – eu apenas publiquei alguns trechos no Snapchat para validar meu argumento e o vídeo completo que vazou recentemente não muda a narrativa.

“Para adicionar, Kanye como um artista tem todo o direito de documentar sua jornada e processo musical, da mesma forma que ela fez recentemente através de seu documentário.

“Kanye documentou o ‘making of’ de todos os seus álbuns para seu arquivo pessoal, entretanto nunca lançou nada disso para o consumo do público e a ligação entre eles dois teria se mantido privado ou teria ido para o lixo se ela não tivesse mentido e me forçado a defendê-lo.

“Essa será a última vez que falo sobre isso porque honestamente, ninguém liga. Desculpe entediar vocês com isso. Eu sei que vocês estão lidando com assuntos mais importantes e sérios”, completou Kim Kardashian.

Depois disso tudo, foi a vez da publicista de Taylor Swift, Tree Paine, retomar a discussão e desmentir Kim Kardashian, republicando seu comunicado oficial sobre o assunto, originalmente publicado em 2016.

“Eu sou a publicista da Taylor e esse é meu comunicado original sem edição. Falando nisso, quando você tira trechos, isso é edição”, afirmou Tree Paine.

O comunicado original:

“Kanye não ligou para pedir aprovação, mas para pedir para Taylor lançar o single ‘Famous’ em sua conta no Twitter. Ela negou e o alertou sobre lançar uma música com uma mensagem misógina tão forte. Taylor nunca ficou sabendo da letra de verdade, ‘I made that bitch famous’.”

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kanye West

Kanye West adia vinda ao Brasil, afirma colunista

Rapper americano faria show no aniversário de São Paulo, em janeiro

Published

on

Kanye West estreia”Jesus Is King” em LA / Foto: Getty Images (uso autorizado POPline)

Os fãs brasileiros terão que esperar um pouco mais para ver de perto o culto de louvor a Jesus de Kanye West. O rapper americano não virá mais a São Paulo para a comemoração do aniversário da cidade, no dia 25 de janeiro. A informação é do colunista João Batista Jr., da Veja. 

Segundo a publicação, a vinda do rapper americano, porém, não foi totalmente cancelada. Ela estaria sendo negociada para outra data, ainda não confirmada, pelo empresário Alexadre Allard, que é responsável pela vinda do artista ao Brasil.

A notícia da vinda de Kanye West ao Brasil com seu show para o aniversário da cidade de São Paulo em 25 de janeiro foi publicada há uma semana pela colunista Sonia Racy, do jornal Estadão.

Nesta quarta-feira (25), em pleno Natal, Kanye West lançou seu segundo álbum gospel, o qual foi batizado de Jesus is Born. O disco tem 19 faixas e é uma continuação do primeiro álbum gospel do rapper, lançado em outubro. Entre as músicas está uma versão de “Fade”, sucesso do cantor de 2016, agora rebatizada de “Faith”, que em português significa fé. 

Continue Reading

Kanye West

Kanye West estreia novo álbum “Jesus Is Born” no Natal

Rapper cumpriu a promessa feita em outubro e lançou continuação de álbum gospel

Published

on

Rapper cumpriu a promessa e lançou continuação de álbum gospel

Kanye West cumpriu a promessa que fez no dia do lançamento do seu primeiro álbum com inspiração gospel, Jesus is King, em outubro. Nesta quarta-feira (25), o rapper presenteou os fãs com a “continuação” do disco, batizado de Jesus is Born. O novo trabalho tem uma abordagem mais tradicional do gospel, sem as influências do hip hop que marcaram o álbum anterior.

Jesus is Born é um registro das performances de Kanye West no Sunday Service, espécie de “culto” comandado por ele em vários lugares dos EUA. Com 18 faixas, fazem parte do álbum versões de antigos sucessos do rapper, como “Fade” (agora chamada de ‘Faith’) e “Ultralight Beam”, ambos retirados de “The Life of Pablo” (2016).

Capa do novo álbum gospel de Kanye West

Kanye West se reconectou com sua espiritualidade durante o ano de 2019. Desde então, virou manchete com declarações curiosas, como o dia em que disse “sofrer como Jesus” ao ver fotos provocativas de mulheres nas redes sociais. Alguns de seus recentes álbuns têm títulos como “Yeezus” (2013) e “The Life of Pablo” (2016).

Vale lembrar que o músico americano vai se apresentar no Brasil no próximo dia 25 de janeiro, nas comemorações do aniversário da cidade de São Paulo, com um show de graça na Avenida Paulista.

O álbum tem as seguintes faixas:

1 – Excellent
2 – Revelations 19 1
3 – Rain
4 – Balm In Gilead
5 – Father Stretch
6 – Follow Me – Faith
7 – Ultralight Beam
8 – Lift Up Your Voices
9 – More Than Anything
10 – Weak
11 – That’s How The Good Lord Works
12 – Sunshine
13 – Back to Life
14 – Souls Anchored
15 – Sweat Grace
16 – Paradise
17 – Satan, We’re Gonna Tear Your Kingdom Down
18 – Total Praise

Ouça!

 

Continue Reading


Kanye West

Kanye West fará show no aniversário de São Paulo, diz colunista

A “opera show” do rapper apresenta um novo formato para a divulgação do álbum “Jesus is King”.

Published

on

Kanye West deve trazer toda a experiência do álbum “Jesus Is King” para o Brasil. De acordo com a colunista Sonia Racy, do site Estadão, o rapper fará a apresentação do seu novo show no dia do aniversário de São Paulo marcado para o dia 25 de janeiro de 2020.

A “opera show” de Kanye West apresenta um novo formato para a divulgação do álbum “Jesus is King”, lançado em outubro ainda com direito a projeto audiovisual nos cinemas. O show, em casas menores, simula um culto.

Kanye West estreia”Jesus Is King” em LA / Foto: Getty Images (uso autorizado POPline)

Segundo a colunista, a informação publicada na manhã desta terça-feira (17) partiu da esposa do governador do Estado. “Conseguimos convencê-lo da importância de uma apresentação sua no Brasil”, contou Bia Doria. “O evento ‘é um presente de Kanye e de Alex Allard à cidade'”, continuou ela.

Continue Reading

POPline Mix