Foto: Renell Medrano
in ,

Kendrick Lamar estreia disco no topo da Billboard 200

“Mr. Morale & the Big Steppers” teve a melhor semana de venda de 2022

Se não for para romper barreiras e quebrar recordes, Kendrick Lamar não lança discos. Pouco mais de uma semana após o álbum “Mr. Morale & the Big Steppers” chegar às plataformas de áudio, no dia 13 de maio, o projeto estreou no topo Billboard 200. A principal parada de álbuns dos Estados Unidos mostra que o quinto disco do rapper fez a melhor semana de vendas de 2022 até agora.

Kendrick Lamar causa impacto com o álbum Mr. Morale & The Big Steppers
Foto: Renell Medrano

LEIA MAIS: 

“Mr. Morale & the Big Steppers” é o quarto álbum número um de Kendrick e vendeu 295.500 cópias equivalentes em sua primeira semana. Mais de 35 mil cópias puras foram contabilizadas neste período de acordo com a publicação deste domingo (22).

 A aposta de Lamar substitui “Un Verano Sin Ti“, de Bad Bunny, que ficou com a segunda colocação nesta atualização. Os números do fenômeno porto-riquenho continuam proeminentes, com 182 mil cópias equivalentes vendidas.

Outras estreias

O grupo de K-pop TXT teve sua melhor posição na Billboard 200 com o lançamento do projeto ‘minisode 2: Thursday’s Child’, que vendeu 68.500 unidades puras e chegou ao quarto lugar do ranking estadunidense.

O retorno de Florence and The Machine rendeu a Welch o seu quarto Top 10 na parada de discos. “Dance Fever” conquistou a sétima posição com suas 54 mil unidades vendidas – 42.500 puras.

Kendrick Lamar é aclamado por novo disco

A mídia especializada publicou suas reviews sobre o “Mr. Morale & The Big Steppers” e só vieram elogios!

Kendrick Lamar causa impacto com o álbum "Mr. Morale & The Big Steppers"
Foto: Renell Medrano

A Pitchfork, por sinal, escreveu: “O funk desenfreado de “The Heart Part 5” foi a indicação mais próxima que tivemos de onde as coisas podem estar indo – mas o Mr. Morale desafia até mesmo essas altas expectativas. É um trabalho extenso e profundamente desconfortável que combina a variedade musical de ambos os álbuns DAMN. e o To Pimp a Butterfly, de 2015, ao longo de sua duração de 73 minutos“.

Já o The Guardian soltou: “‘Não consigo agradar a todos’, ele continua repetindo, como se fosse um mantra projetado para gerenciar seu eventual declínio. É uma visão inteligente do futuro: afinal, todo artista de sucesso tem seu momento irrepetível ao sol e ninguém dura para sempre. Mas, com base em Mr. Morale & The Big Steppers, um álbum que deixa o ouvinte quase bêbado em sua conclusão, não é um mantra que Kendrick Lamar precise no momento“.

 

 

Escrito por Douglas Françoza

Natália curte vida de solteira após BBB22: “Estou beijando muito”

Jogo da Discórdia? Após BBB22, Natália e Eliezer trocam farpas na web