(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
in ,

Kanye West aceita derrota nas eleições e mira em 2024

Sua participação na porcentagem de votos foi ínfima.

O rapper e empresário Kanye West admitiu sua derrota nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Com a apuração da votação, ficou notável sua ínfima porcentagem de votos. Kanye, então, foi ao Twitter e escreveu: “KANYE 2024”. Ele tentará de novo.

O artista vencedor de 21 Grammys, considerado um dos 100 melhores compositores de todos os tempos pela revista Rolling Stone, concorreu de forma independente. A disputa forte fica por conta dos partidos Democrata (com Joe Biden) e Republicano (com Donald Trump). West fez figuração.

Kanye West admite que nunca tinha votado antes

Ao votar em Wyoming, o rapper ainda revelou que essa foi a primeira vez que ele foi às urnas. O voto não é obrigatório nos Estados Unidos.

“Deus é muito bom. Hoje estou votando pela primeira vez na vida para o Presidente dos Estados Unidos, e é em alguém que confio de verdade… eu mesmo”, discursou.

Kanye West aceita derrota nas eleições e mira em 2024
(Foto: Reprodução / Twitter @kanyewest)

Apesar de tudo, Kanye West recebeu votos em Arkansas, Colorado, Idaho, Iowa, Kentucky, Louisiana, Minnesota, Mississippi, Oklahoma, Tennessee, Utah e Vermont.

Kanye West focou na família e na religião

A campanha presidencial de Kanye West teve como pilares a defesa da família e da religião. Segundo a Comissão Eleitoral Federal, o rapper gastou US$ 5,8 milhões em sua campanha – a maior parte vindo de um empréstimo que ele mesmo fez.

“Vamos acabar com a fome. Tem gente dormindo em estacionamentos. Nós, como um povo, vamos nos curar. Vamos garantir o bem-estar uns dos outros. Eu estava falando com alguém que me contou sua história de vida e eles costumavam ser moradores de rua. Devemos e iremos acabar com a falta de moradia e a fome. Temos a capacidade como um espécies. Muitos de nós precisamos de muito menos do que precisamos, especialmente quando muitos de nós precisam”, declarou.

Escrito por Leonardo Torres

CEO global da Big Hit afirma: “Não teremos um segundo BTS”

“Luiza Sonza” nos trending topics por confusão com a família Bolsonaro