Connect with us

Ivete Sangalo

Ivete Sangalo presta homenagem aos artistas mortos e ignorados pelo governo federal

“Não dá para banalizar a vida das pessoas contando em numeral”, disse a cantora.

Published

on

(Foto: Reprodução / Youtube)

Ivete Sangalo usou sua live de Dia das Mães, neste domingo (10/5), para fazer uma assertiva política. Ela não citou nomes, mas não foi preciso: os recados foram claros em seu pedido de respeito às vidas e às mortes das pessoas vítimas de Covid-19. A baiana deu atenção especial aos artistas, prestando uma homenagem aos falecidos na pandemia de coronavírus. Ela cantou “Resposta ao Tempo”, de Aldir Blanc, e “Mistério do Planeta”, dos Novos Baianos. “A gente já perdeu muita gente importante, muita gente bacana, do ponto de vista público e do ponto de vista íntimo. Independente das causas, todas as vidas são importantes. Não dá para banalizar a vida das pessoas contando em numeral”, disse a cantora.

Aldir Blanc morreu de coronavírus com 73 anos e estava internado na UTI. Moraes Moreira morreu aos 72 anos de infarto, em sua casa. Nenhum dos dois receberam menções do governo federal ou da secretaria de cultura, apesar de sua importância para a cultura brasileira. “Isso sim alimenta a nossa estrutura, a nossa força emocional para passar por essa vida. Muito obrigada, Aldir”, disse Ivete emocionada.

A cantora lembrou de sua mãe, também. “Estou sentindo muita falta de minha mãe, de pessoas que já se foram. Essas pessoas vivem em nossa memória afetiva. As pessoas que se vão são muito importantes na vida da gente, porque constroem o nosso futuro. As pessoas que se foram são importantes, de fato. Neste momento de quarentena, as mensagens devem passar pela condução da inspiração. Quero homenagear dois artistas que se foram, porque posso cantá-los. Eles sim de fato passam mensagens que nos inspiram. Nós não precisamos de mensagens que não nos inspiram. A gente não precisa do negativo e do obscuro”, declarou.

(Foto: Reprodução / Instagram)

A live da Ivete Sangalo arrecada fundos para hospitais e instituições de caridade. A lista inclui o Instituto Ivete Sangalo, a AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, o Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer de Barretos), e o +HAM – Hospital Aristidez Maltez (de Salvador, Bahia). Todos podem doar por meio de um código QR code disponibilizado na própria live.

É a segunda live beneficente que Ivete Sangalo realiza durante a pandemia de coronavírus. A primeira foi multiplataforma em parceria com a TV Globo e, segundo a assessoria do canal, teve 36 milhões milhões de espectadores, considerando apenas os canais lineares Globo e Multishow. Ivete Sangalo arrecadou R$ 400 mil em doações em duas horas e meia de show.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Músicas novas

Antes da “live”, Ivete Sangalo lançou duas músicas nas plataformas digitais de madrugada. Elas se chamam “Me Liga”, com participação do Jão, e “Na Janela”, com participação de Vitão. A veterana se alia a dois nomes da nova geração, revitalizando seu público.

Jão comemora a oportunidade. “O caminho da música: escrevi ela com Diogo Piçarra ano passado (pra nenhum álbum). Sempre amei a música e deixei ela guardadinha no meu baú, até que Ivete Sangalo me convidou pra participar do EP dela e eu mandei pra ela. Ela amou, então amamos juntos”, disse o cantor.

Vitão considera esse um passo gigantesco em sua carreira. “É um combo de felicidade. É uma honra, pela artista que ela é, pela importância que ela é. Além de ser uma princesa, muito fofa, muito simpática, muito linda. Eu nem cheguei a conhecer ela pessoalmente, só por internet, por mensagens de áudio e já percebi que ela é muito carinhosa e tá me dando um espaço muito especial. Minha mãe tá desacreditada ainda”, disse o artista.

HojeTemLive.com.br




Ranking