Foto: reprodução
in ,

Hitmaker: referências vão de Anitta a Charlie Brown Jr.

Trio participou do “Desafio POPline” diretamente do POPline.Space

O trio de produtores Hitmaker fez uma visita ao POPline.Space, no Rio de Janeiro, e escolheu álbuns que são referências para o seu trabalho, todos disponíveis na Loja Regards. Viciados em música, cada um dos integrantes escolheu um disco durante o “Desafio POPline”.

André Vieira escolheu o álbum homônimo de Anitta e ressaltou a importância da cantora para a música pop nacional: “Foi uma pessoa que realmente dividiu o pop. Existe o pop antes da Anitta e depois da Anitta. A minha escolha foi esse disco aqui. Eu lembro que, quando eu ouvi, falei ‘cara, quem é essa menina? que som diferenciado é esse?'”.

Wallace Vianna também escolheu um disco de uma mulher do funk e optou por “Disponível”, álbum de estreia da Lexa. “Onde tudo deu início para ela ser o que ela está sendo hoje, todo esse sucesso também e, por coincidência, a gente também participou desse disco. Então, assim, foi o início pra ela, foi o início pra nós, tem que ser esse.”

Pedro Breder escolheu “Preço Curto, Prazo Longo“, do Charlie Brown Jr., de quem foi muito fã: “Chorão, pra mim, é um cara que formou caráter de gerações, inclusive, eu fiz parte. Eu lembro muito que no dia em que ele se foi eu fiquei triste pra caramba, arranquei todos os meus piercings, falei ‘não vou ser mais roqueiro, não quero mais'”, contou o produtor. “Tu é chorão até hoje por causa disso”, brincou Wallace.

“O cara marcou uma geração. Um cara que me influenciou muito a gostar de rap, me influenciou muito a gostar de política, essas coisas. O papo dele sempre foi muito abrindo a cabeça de quem era jovem na época”, declarou Pedro sobre Chorão.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por POPline 🎧 (@portalpopline)

Leia mais: 

Escrito por Douglas Françoza

Tiago Leifert pede #FreeBritney no ‘Super Dança dos Famosos’

Red Velvet faz grande comeback após mais de um ano

“Queendom”: Red Velvet faz grande comeback após mais de um ano