Foto: Divulgação
in

Historiadora que criticou Beyoncé por “glamorizar negritude” e pediu desculpas volta a falar sobre o assunto

“Quero aprender com os erros”, disse ela.

Lilia Moritz Schwarcz voltou a falar sobre a polêmica envolvendo sua crítica à Beyoncé em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, exibido na segunda-feira, 7 de setembro. Ela, decerto, mantém seu posicionamento após as desculpas, admitindo o erro, e refletiu bastante sobre a questão.

No começo de agosto, quando Beyoncé tinha lançado o projeto audiovisual “Black is King“, inegavelmente muito aclamado, causou polêmica uma resenha que a Antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz fez para a Folha de São Paulo.

Em seu texto, a conceituada estudiosa criticou a maneira que Beyoncé retratou a cultura negra, afirmando que estava glamorizando. “Beyoncé erra ao glamorizar negritude com estampa de oncinha“, diz o título.

Diva pop precisa entender que a luta antirracista não se faz só com pompa, artifício hollywoodiano, brilho e cristal“, continua a reportagem no subtítulo.

Fime de Beyoncé causa polêmica
Foto: Reprodução Disney+.

Como uma mulher branca, ela foi rebatida fortemente por ter feito essas críticas. Muita gente afirmou que ela não teria “lugar de fala” para isso. Posteriormente, ela chegou a pedir desculpas.

Errei e peço desculpas aos feminismos negros e aos movimentos negros com os quais desenvolvi, julgo eu, uma relação como aliada da causa antirracista. Assumo a minha responsabilidade pelo artigo e não pretendo vencer qualquer discussão. Quando uma situação dessas se monta, todos perdem; tenho consciência”, publicou.

Voltou a falar sobre o assunto

Na entrevista à Roda Viva, Lilia Moritz Schwarcz refletiu: “Quero viver num mundo em que a gente possa errar e, sobretudo, aprender com os erros. Acho que foi um processo de aprendizado muito grande”.

Ela fez uma reflexão sobre o lugar de fala: “Eu tentei lidar com isso na base do que eu fui treinada na antropologia, na base da escuta. […] Eu tentei entender essas vozes. É claro que tem vozes lá que não eram pra entender, pura desqualificação, mas tinham pessoas chamando atenção para os pontos que eu destaquei no meu pedido de desculpas. […] Eu não sou uma especialista, mas deveria ter passado o artigo para um deles“, soltou.

Veja a declaração na íntegra:

Escrito por Caian Nunes

Gusttavo Lima anuncia a sua última live com participação de Daniel. Foto: Instagram

Gusttavo Lima anuncia a sua última live com participação de Daniel

Katy Perry se inspirou em Taylor Swift ao planejar documentário mais íntimo sobre sua vida