Foto: Jel Delgado / Divulgação
in

HipHopDX chega ao Brasil e estreia entrevistando Djonga

Na conversa o rapper mineiro falou sobre o recém-lançado single “Easy Money” e também do coletivo A Quadrilha, que criou para fortalecer novos artistas.

Criado em 1999, em Los Angeles, o HipHopDX – uma das principais plataformas de hip hop do mundo – está em processo de expansão global. Após chegar na França, no Reino Unido e na Ásia, o portal anuncia a sua versão brasileira. Na versão nacional, a primeira entrevista foi com o rapper Djonga.

Já disponível no canal de YouTube do HipHopDX Brasil, a conversa com o rapper mineiro tratou do recém-lançado single “Easy Money” e também do coletivo A Quadrilha, que Djonga criou para fortalecer novos artistas.

Foto: Divulgação

Além de propor uma cobertura do que está rolando no hip hop internacional, esse primeiro conteúdo com o Djonga mostra a vontade do HipHopDX Brasil de estar próximo do rap nacional. A ideia é ter uma atividade proativa capaz de cobrir o que está acontecendo na cena por meio de entrevistas, temas quentes, reviews de lançamentos, entre outros.

“O hip hop é a voz da liberdade pessoal, da mudança e da possibilidade de se ter sucesso. Nós lançamos o HipHopDX Asia no fim de março e, agora, essa expansão segue com a América Latina. É empolgante cruzar mais uma fronteira e poder contar histórias sobre como artistas e culturas locais se fundem e resultam em músicas incríveis, comunidades e discursos”, diz Sharath Cherian, fundador e CEO do HipHopDX.

“Ter o Djonga junto com a gente nessa primeira entrevista é uma maneira de mandar o seguinte recado: ‘estamos aqui, somos autênticos e nos importamos de verdade com a produção brasileira'”, ele adiciona.

O perfil HipHopDX americano soma números expressivos. Só o hiphopdx.com recebe mais de 3 milhões de visitas por mês. No Facebook, sua página tem 1,6 milhões de seguidores, enquanto no Twitter e no Instagram, ele contabiliza 700.000 e 560.000 seguidores, respectivamente. A sua conta no TikTok revela-se a cada dia mais ativa, tendo 1,2 milhões de seguidores.

No Brasil, o HipHopDX inicia essa expansão com presença nas seguintes redes: YouTube, Instagram, Twitter, TikTok e Facebook. Em breve, um portal também será lançado por aqui.

Assista o episódio de Djonga:

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Rafa Ventura

Juliette aceita convite de Tatá para participar do “Lady Night”

Spotify e Tinder revelam que adicionar música gera mais match