Harry Styles vestido
Foto: Tyler Mitchell, Vogue
in

Harry Styles é criticado por aparecer de vestido, mas recebe defesa

Cantor incomodou os mais conservadores.

As fotos de Harry Styles usando vestidos e saias para a capa da revista Vogue deram o que falar. Ele defende que o modo de se vestir é independente do gênero e o importante é a liberdade de se expressar. No entanto, foi um “gatilho” para os mais conservadores ficarem incomodados.

Harry Styles
Foto: Tyler Mitchell, Vogue

Foi o caso de Candace Owens, que é comentarista e ativista política conservadora americana, defensora de Donand Trump e crítica do movimento “Black Lives Matter”, mesmo sendo uma mulher preta.

A crítica

Ela usou seu Twitter para um ataque ao cantor. Leia:

Não há sociedade que possa sobreviver sem homens fortes. O Oriente sabe disso. No Ocidente, a feminização constante de nossos homens ao mesmo tempo em que o marxismo está sendo ensinado aos nossos filhos não é uma coincidência.
É um ataque direto. Traga de volta homens viris
“, escreveu Candace Owens.

A defesa

Por outro lado, Olivia Wilde, que contracena com Harry Styles no novo filme “Don’t Worry Darling“, fez questão de fazer um tweet, rápido e direto, em defesa ao colega. “Você é patética“, soltou ela, se referindo à Owens.

Harry Styles explica o conceito

Seu estilo veio pela influencia do estilista Harry Lambert. Em seu primeiro encontro, o estilista propôs uma calça flare, aquela “boca de sino”. “Isso é loucura“, lembra o cantor da sua primeira reação. Agora ele declara que “você nunca pode se vestir demais. Não existe tal coisa. As pessoas que eu admirava na música – Prince, David Bowie, Elvis, Freddie Mercury e Elton John – eles são tão de fazer espetáculo. Quando criança, era completamente alucinante. Agora vou vestir algo que pareça realmente extravagante, e não me sinto maluco usando isso“, refletiu.

Ele continua: “Eu acho que se você conseguir algo que o sinta incrível, é como uma roupa de super-herói. As roupas existem para se divertir, experimentar e brincar. O que é realmente empolgante é que todas essas linhas estão simplesmente se desintegrando. Quando você acha que há roupas para homens e há roupas para mulheres, uma vez que você remove quaisquer barreiras, obviamente você abre a arena na qual você pode jogar. Eu vou às lojas às vezes, e me pego olhando para as roupas das mulheres pensando que são incríveis. É como qualquer coisa – sempre que você coloca barreiras em sua própria vida, está apenas se limitando. Há tanta alegria em brincar com roupas. Eu realmente nunca pensei muito sobre o que isso significa – simplesmente se torna essa parte estendida da criação de algo”, reflete.

Escrito por Caian Nunes

Gráfico: As músicas mais tocadas no YouTube em 2020

“Black Magic”: Ariana Grande registra nova música