Harry Potter: mídia critica ausência de J.K. Rowling no especial
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
in ,

Harry Potter: mídia critica ausência de J.K. Rowling no especial

J.K. Rowling ficou de fora do “Harry Potter: De Volta a Hogwarts”, possivelmente em represália a declarações transfóbicas.

A ausência de J.K. Rowling no especial de 20 anos de aniversário de “Harry Potter” está sendo criticada pela mídia internacional. The Times publicou que faltou “um ingrediente chave” no programa “Harry Potter: De Volta a Hogwarts”, que chega ao serviço de streaming HBO Max no sábado (1º/1).

> Como assistir ao especial “Harry Potter: De Volta a Hogwarts”?

J.K. Rowling é a autora de todos os livros de “Harry Potter”, que serviram de base para a franquia cinematográfica que celebra 20 anos de existência. “Onde está J.K. Rowling quando mais precisamos dela?”, questionou The Telegraph. A escritora só aparece no especial em um vídeo gravado em 2019. Ela não participou.

Harry Potter: mídia critica ausência de J.K. Rowling no especial
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

Leia mais:

6 revelações do elenco de Harry Potter no especial da HBO Max
(Foto: HBO Max)

Motivo para ausência de J.K. Rowling é bastante óbvio

O motivo para a ausência de J.K. Rowling em “Harry Potter: De Volta a Hogwarts” não foi oficialmente confirmado por ela, pela Warner Bros ou pela HBO. A desconfiança geral, no entanto, é que a Warner quis afastá-la após uma série de polêmicas envolvendo transfobia.

“A importância dela é minimizada. Até mesmo um trouxa conclui que a falta de tempo dada a Rowling neste documentário tem tudo a ver com a repreensão pública feita pelas estrelas da franquia em resposta as suas opiniões sobre pessoas trans”, escreveu Ed Power, do The Telegraph.

Quando J.K. Rowling começou com suas declarações transfóbicas, atores de “Harry Potter” se posicionaram contra imediatamente. Provavelmente, nenhum deles gostaria de reencontrá-la neste momento. Daniel Radcliffe declarou que “mulheres trans são mulheres e qualquer declaração diferente apaga a identidade e a dignidade de pessoas transgênero”. Emma Watson twittou que “elas são quem dizer ser, e merecem viver suas vidas sem serem constantemente questionadas ou informadas de que não são quem dizer ser”.

Escrito por Leonardo Torres

Dua Lipa faz show em evento beneficente de marca italiana

BBB22: Tadeu Schmidt revela novidades sobre a nova temporada