Foto: Miller Rock Thru Time Concert - Show (Frank Micelotta/Getty Images)/Reprodução Instagram @mesaengineering
in

Gibson adquire a fabricante de amplificadores Mesa/Boogie

Vendas de guitarras tiveram crescimento em 2020

A Gibson, uma das principais marcas de instrumentos americana, anunciou a aquisição da fabricante de amplificadores Mesa/Boogie.

A empresa de amplificadores de “Boutique” original foi fundada há 51 anos por Randy Smith, que é responsável por criar os circuitos inovadores que impulsionam alguns dos sons mais influentes do nosso tempo. Randy se juntará à Gibson como Designer Mestre e Pioneiro do Mesa/Boogie e entre outras atividades.

“Em sua nova função, Randy continuará sua paixão pela tecnologia de válvulas e sua visão para a construção de amplificadores de alto desempenho feitos à mão, que continuam a redefinir a forma como experimentamos o som em Mesa/Boogie e Gibson”, afirma o comunicado à imprensa.

Os executivos da Gibson, JC Curleigh e Cesar Gueikian, compartilham o motivo do negócio em uma nova entrevista para a Guitar World. “Não temos amplificadores Gibson hoje, então começamos a pensar em quem é o melhor lá fora, houve apenas uma resposta: Mesa / Boogie.”, disse o CEO JC Curleigh nessa entrevista.

O “Boom” do Mercado de Vendas de Guitarras

 

Curleigh diz que a Gibson continuará a alavancar seu passado icônico em uma nova parceria com a Mesa / Boogie. O lendário fabricante de guitarras está virando uma nova folha em seu “futuro inovador”. Em 2020, as vendas de guitarras cresceram.

Segundo o Digital Music News, o CEO da Fender, Andy Mooney, diz que 2020 “será o maior ano de volume de vendas na história da Fender”. Ele diz que a empresa teve dias recordes de crescimento de dois dígitos, vendas de e-commerce e vendas de equipamentos para iniciantes.

“Eu nunca teria pensado que estaríamos onde estamos hoje se você me perguntasse em março”, disse ele. Isso porque as vendas ‘pandêmicas’ de guitarras e outros instrumentos musicais dispararam nos Estados Unidos e em todo o mundo. Mulheres jovens e adultas também estão liderando as vendas. Embora Gibson não tenha compartilhado nenhum número conosco, provavelmente é seguro dizer que estão tendo vendas semelhantes”, afirma.

A Gibson teve que fechar suas fábricas em abril devido à pandemia, fato que JC Curleigh lamentou. “Quando não tínhamos produção, não tínhamos vendas, vamos enfrentá-lo”, disse ele à Guitar World. Mas no final do verão, até as vendas da Gibson estavam se recuperando. “Nós literalmente não conseguíamos entregar o suficiente. Tudo o que estávamos fazendo, podíamos vender ”, diz Curleigh.

O CEO da Martin, Chris Martin, compartilhou um sentimento semelhante, descrevendo 2020 como um “boom da guitarra”. O cofundador de Taylor, Kurt Listug, diz que sua empresa “teve o maior junho, em termos de pedidos recebidos, que já tivemos desde que entramos no mercado”.

Confira algumas tendências apontadas pelo estudo “Fjord Trends 2021” da Accenture que irão definir os comportamentos e negócios este ano, clicando aqui.

Escrito por Láisa Naiane

Foco na África: Ingrooves compra distribuidora independente e inicia atividades no continente

Storytelling POPline: Danna Paola revela ser fã do RBD e cogita fazer um cover do grupo. Foto: Divulgação

Storytelling POPline: Danna Paola revela ser fã do RBD e cogita fazer um cover do grupo!