k-pop
Foto: Felipe Garcia
in ,

Francinne faz cover de “How You Like That”, do BLACKPINK, aquecendo para sua estreia no K-Pop

Assista!

Após viver problemas pessoais que envolveram diretamente sua vida profissional, Francinne está pronta para dar a volta por cima. Ela assinou um contrato para ser a primeira brasileira sem ascendência oriental a entrar no mercado do K-POP. Enquanto estuda para dar o seu melhor, como aulas de coreano, ela tem liberado vídeos fazendo covers de famosas músicas do estilo.

How You Like That
Foto: Felipe Garcia

O mais recente, publicado nesta quinta-feira (18/02) mostra a cantora dando sua interpretação ao hit “How You Like That“, do BLACKPINK. Uma curiosidade é que ela voltou no tempo e cantou com a banda “Viva Noite”, na qual ela já fez parte.

“Integrei a Banda Viva Noite por alguns anos e nesse período pude adquirir muita experiência profissional, eles fazem parte da minha história, só tenho boas recordações do nosso convívio. Quando souberam de todos os strikes que sofri no meu canal, imediatamente entraram em contato comigo se prontificando a me ajudar criar um novo conteúdo e o resultado está lindo, espero que todos gostem”, disse ela, emocionada.

Assista:

O que esperar dessa nova fase da Francinne? Ainda há muito mistério mas as expectativas são altas.

“É um momento novo na minha vida profissional, foi um período de muito preparo e estudo para que eu consiga entregar o melhor de mim, não enxergo isso como um recomeço e sim como uma evolução, minha história existe e mesmo que tenha sido apagada das plataformas ela está dentro de mim, me fez ser essa artista que sou hoje”, avisou.

Francinne assina contrato e será a primeira artista brasileira sem ascendência asiática no K-POP

Enquanto está sofrendo problemas com sua carreira no BrasilFrancine chamou a atenção de empresários do K-Pop. Prova disso é que ela assinou contrato com a LL Entertainment. O objetivo é criar uma carreira internacional, mais especificamente na Coreia do Sul. Será uma ação inédita!

“Escolhemos a Francinne, por ser uma cantora pop, além do talento, carisma e dedicação, ela se identificou muito com a cultura sul-coreana, isso torna o trabalho muito mais especial. Nosso projeto para que ela seja lançada na Ásia não é somente lançar uma música, será criado um plano de carreira internacional e inicialmente lançado no Brasil e Coreia do Sul em seguida iremos trabalhar em outros países na Ásia e Europa. É um projeto inédito no Brasil e no mundo, será produzido totalmente na Coréia do Sul e cantada em dois idiomas, português e coreano.” Diz, Léo Lee CEO da LL Entainment.

Francinne será a primeira artista brasileira sem ascendência asiática com carreira no K-POP. Se você está por dentro, deve ter lembrado do grupo Black Swan. De fato, uma das integrantes é brasileira.  Leia, curitibana de 19 anos, debutou no grupo Black Swan da empresa DR Music. Depois de meses de espera, por conta da pandemia do COVID-19, o quinteto apresentou o seu primeiro single e MV “Tonight”.

A diferença é que Leia tem ascendência asiática – ela tem as características físicas dos astros do K-Pop. Francinne, por outro lado, não tem esse lado e vai quebrar um paradigma.

Francinne já fez sua estreia no K-POP em “Te Quiero Mas“, uma parceria com Spax, famoso no K-POP. Foi um dos motivos que ela chamou a atenção da empresa e expandirá sua carreira. Ela gravará um álbum que tem previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano (2021). A ideia é lançar primeiro no Brasil e depois na Coréia do Sul, com agenda de divulgação. A brasileira já se prepara para sua primeira viagem até a terra do BTS para finalizar as gravações e cumprir a agenda de compromissos.

Escrito por Caian Nunes

K-Pop: Big Hit Entertainment anuncia boygroup global para 2022

K-Pop: Big Hit Entertainment anuncia boygroup global para 2022

BBB 21: Karol Conka flecha Rodolffo; Juliette e Sarah opinam

BBB 21: Karol Conka flecha Rodolffo; Juliette e Sarah opinam