in

Fotos: Kesha deixa tribunal chorando sem decisão favorável do juiz

Kesha não conseguiu uma decisão favorável na audiência desta sexta (19/2), na Suprema Corte de Nova York, com relação ao processo que move contra Dr. Luke. Paparazzi e fãs de plantão no tribunal viram a cantora sair do local abatida, de óculos escuros, tentando esconder as lágrimas. O objetivo dela era se ver livre do contrato com Dr. Luke e a Kemosabe Records, do Dr. Luke, mas ela só conseguiu o direito de trabalhar com outro produtor dentro do selo. Ou seja, ainda mantendo o contrato e, caso aceite a condição, dando lucro para o produtor e empresário, a quem acusa de abuso sexual. O juiz ainda vai assinar o veredito, mas, por tudo que falou na audiência, está inclinado a se posicionar a favor de Dr. Luke.

O advogado da cantora tentou uma liminar para lhe dar o direito de voltar a trabalhar, gravando e lançando músicas fora desse contrato. Mas o juiz não concordou. Segundo ele, Dr. Luke investiu US$ 60 milhões na Kesha e quebrar o acordo assinado entre eles estava fora de questão. “Você está pedindo para a corte dizimar um contrato que foi amplamente negociado e que é típico dessa indústria”, afirmou.

Os detalhes da audiência são complexos, e a mídia americana está dando informações desencontradas. A maioria dos sites aponta a vitória do Dr. Luke, como chegou a ser reproduzido aqui, mas outros afirmam que o juiz ainda não tomou uma decisão final. Comenta-se que Kesha possa ficar presa ao produtor pelo menos até 2017 e que ela tenha ainda oito álbuns para lançar pela Kemosabe/Sony Music.

Escrito por Leonardo Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Processo: juiz não toma decisão favorável à Kesha e ela continua presa ao Dr. Luke

Demi Lovato divulga prévia e data de estreia do clipe de “Stone Cold”