Simone & Simaria. Foto: Divulgação
in ,

Entrevista: Simone & Simaria iniciam era intimista com o EP “Debaixo do Meu telhado”: “Tudo bem povão”

Irmãs sertanejas contam tudo sobre a nova era, que chega nesta sexta-feira (27)

Chora não, Coleguinhas! Simone & Simaria deram uma segurada no projeto “Bar das Coleguinhas 2”, gravado em fevereiro deste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, para uma nova surpresa para os fãs. Depois de “Amoreco”, chegou a vez das sertanejas levarem muito amor e autoestima no EP “Debaixo do Meu Telhado”. O projeto, com quatro música, leva esse nome, porque foi tolamente gravado na casa de Simone, em São Paulo. E o single abre alas é “Pa Pum”.

“O estilo segue muito popular! A gente fez uma coisa na pegada do ‘Bar das Coleguinhas’, mas acompanhado a atualidade: tem piseiro misturado com sertanejo, coisas swingadas, tudo bem povão. ‘Pa Pum’ vem numa batida que dá pra fazer coreografia, dançar bastante. Super massa”, adianta Simaria, animada com o projeto. 

Simone e Simaria. Foto: Divulgação

A ideia inicial das irmas era lançar o “Bar Das Coleguinhas 2”, neste momento. Com a freada na agenda de show, devido a pandemia, elas preferiram adiar o trabalho que, segundo elas, vai rodar todo o Brasil com a retomada dos espetáculos. “A gente lançou ‘Amoreco’ e tinha a necessidade de algo novo, porém, com a pandemia, a gente decidiu segurar e lançar ‘Debaixo do Meu Telhado'”, adianta Simone, lembrando que o projeto foi dividido em duas parte. A outra metade chega em janeiro para o público. 

O clipe e a música “Pa Pum” é inspirada nessa virada de jogo na vida das artistas que, de uma hora para outra, viram sua vida mudar da água para o vinho, se tonando uma das duplas femininas mais queridas do país. A faixa é composta por Daniel Caon, que por acado venha a ser amorado de Rafa Kaliman, e Juan Marcus, da dupla JM&V.

O projeto ainda conta com participações especialíssimas como a dupla Bruno & Marrone, em “Na Classe” e “Presente de Deus” e o  cantor Dilsinho, na música “Aí, Lascou”. O lançamento do EP acontece nesta sexta-feira (27). Preparados?

Bruno e Marrone, Simone e Simaria, Tierry e Dilsinho. Crédito: @franciscodumont
@leandrofrancoph

Mãezona, Simaria aproveitou o período de isolamento social para paparicar os herdeiros: “Eu nunca tive tempo para os meus filhos. Não está fácil para ninguém, mas, por outro lado, nós nunca tivemos tempo para nosso filhos, para mim é mágico, é incrível. Tô até com medo de voltar para a estrada e sentir muita saudade”, assume ela, que tem Giovanna, de 8 anos, e Pawel, de 5, frutos do casamento da cantora com o espanhol Vicente Scrig

O maior desafio do novo trabalho, no entanto, foi para Simone. Grávida de seis meses de uma menina, ela já é mãe de Henry, de 6 anos, do casamento com Kaká Diniz. “É mais um presente de Deus na minha vida. Mas fazer alguma coisa nessa pandemia é bom demais, principalmente pra a gente que está parada, sem fazer nada. Mas o pior é que Simaria se vira, do nada, e fala: ‘vamos gravar amanhã’. E eu? Nervosa! Eu tô grávida, cheia de coisa pra organizar. (risos). Foi uma experiência muito bacana. Tudo no susto”, relata. 

Simone & Simaria. Foto: Instagram

O ritmo quente das músicas da dupla se assemelham ao ritmo dos grandes sucesso latinos. O que faz a ponte perfeita para um futuro projeto internacional. “Eu queria colocar nosso pé na Europa, dar certo com um cantor de fora. A gente queria mesmo é ganhar em euro na verdade”, brinca Simaria. “Sempre foi um sonho, por ela ter essa vivência fora do pais, mas mesmo antes de casar com Vicente. Ela sempre ouviu música latina”, completa Simone. No radar das Coleguinhas estão: Enrique Iglesias, Pablo Alborán , Romeu Santos e Prince Royce, que jpa fez uma parceria com Anitta, no clipe de “Rosa”, do álbum “Kisses”.

O momento “Pa Pum” da carreira das irmães foi logo quando as duas explodiram no cenário feminejo. Cheio de altos e baixos, segundo elas. “O ‘Bar’ foi a transição mais complicada por sair do forro e cair no sertanejo. Eu fiquei grávida, com sete dias de resguardo, voltei para fazer reunião, tive que tomar a decisão mais importante da dupla, o Vila Mix queria um contrato de dez ano, e eu disse ‘não’.Era muito tempo. Falei sobre três anos, os empresários me acharam doida, que isso não ia dar certo, mas eles toparam! Deu super certo, mas foi uma parte difícil”, lembra Simaria.  

 

Escrito por Leonardo Rocha

Luísa Sonza supera Gusttavo Lima no Spotify

Luísa Sonza supera Gusttavo Lima no Spotify

Storytelling POPline: Danna Paola fala de crise que a fez abandonar a música! Foto: Divulgação

Storytelling POPline: Danna Paola fala de crise que a fez abandonar a música!