Entrevista: Lauren Jauregui encontrou sua liberdade criativa fora das grandes gravadoras
Foto: Transmissão via Zoom
in ,

Entrevista: Lauren Jauregui encontrou sua liberdade criativa fora das grandes gravadoras

Assista à entrevista exclusiva em vídeo!

Quanto estava prestes a transmitir seu show virtual da nova fase “Prelude”, Lauren Jauregui recebeu o Portal POPline para uma entrevista de vídeo. A cantora estava em um cômodo da sua própria casa, com um piano de fundo, representado o espaço de grande criatividade que se encontra e pode, finalmente, mostrar para seus fãs.

Entrevista: Lauren Jauregui encontrou sua liberdade criativa fora das grandes gravadoras
Foto: Divulgação

Leia Mais:

Lauren Jauregui se mostrou orgulhosa do que está entregando ao público. Além dos momentos de descontração onde dava belos sorrisos, a cantora também é bem reflexiva. Ela tem muito a falar sobre liberdade criativa e saúde mental. A entrevista está disponível em vídeo:

Assista à entrevista:

Lauren Jauregui vai lançar no dia 15 de novembro um EP com 7 faixas e promete um álbum completo para o ano que vem, como revelou na entrevista. No entanto, não foi fácil chegar a este patamar.

“Eu estive trabalhando nisso por dois anos, tem sido muito mais profundo do que apenas fazer música. Tem sido um processo realmente fundo de cura para mim, então música é como o resultado do processo, então eu posso entregar para as pessoas, eu estou tão feliz” – Lauren Jauregui.

Assim que saiu do Fifth Harmony, Lauren Jauregui era uma das grandes apostas do mercado fonográfico e foi contratada pela Comumbia Records, grande selo parte da Sony Music. Algumas músicas foram lançadas, mas a cantora não se sentiu abraçada por essa engrenagem da música mainstream. Aí, veio a vontade de ser independente.

Entrevista: Lauren Jauregui encontrou sua liberdade criativa fora das grandes gravadoras
Foto: Divulgação

“Eu sempre me imaginei como uma artista independente, especialmente depois da minha experiência com uma grande gravadora, eu não via um futuro onde eu poderia fazer minha arte, tipo fazer arte que eu realmente gostaria de fazer. E também estar nesse sistema de grandes gravadoras, eu não senti que essa era uma possibilidade”, disse.

Para essa nova fase, ela criou sua própria gravadora independente, a Attunement Records, em parceria com a distribuidora indie Attunement Records. Essa é a maneira que ela encontrou para se sentir livre para fazer sua arte. Por enquanto, os fãs podem ouvir as músicas “Colors” e “Scattered“.

Escrito por Caian Nunes

Nova música de Beyoncé, “Be Alive”, tem trecho inédito divulgado

Tragédia com Alec Baldwin no set de “Rust” não é a primeira! Relembre 5 casos