Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez
(Foto: Reprodução / Instagram @fernando,nogari e @selenagomez)
in ,

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez

Brasileiro dirigiu o clipe de “Baila Conmigo” e conta todos os bastidores da produção secreta.

Selena Gomez escolheu um diretor brasileiro para cuidar de seu clipe recém-lançado “Baila Conmigo”, do EP em espanhol “Revelación”. O nome dele é Fernando Nogari. Ele tem 33 anos e é de Curitiba, mas mora em São Paulo há seis anos.

Todo o clipe foi desenvolvido no ano passado de maneira (mais ou menos) sigilosa. Ele dirigiu Selena Gomez remotamente em Los Angeles e levou o elenco brasileiro para filmar em Icapuí, no Ceará. A Praia da Redonda foi a locação escolhida. A inspiração foi uma pescadora da região, que o diretor conheceu em 2018, Sidnéia, conhecida como “pescadora rara”.

Já viu o clipe? Tem que ver!

O POPline conversou com Fernando para entender melhor como surgiu essa colaboração com Selena Gomez. É a primeira vez que a cantora americana trabalha com um diretor brasileiro e a primeira vez que ela tem um clipe – ainda que em parte – gravado no Brasil.

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez
(Foto: Reprodução Instagram @fernando.nogari / Divulgação)

Como nasceu a parceria com Selena Gomez

“Esse trabalho surgiu porque eu tô numa produtora chamada Iconoclast. Ela tem escritórios em Los Angeles, Paris e no Brasil. A Selena já tinha feito um clipe com eles há meses atrás. Como ia lançar esse EP em espanhol, ela estava procurando colaboradores latinos. Ela queria trabalhar com diretores e equipes latinas. Ela começou a procurar diretores tanto brasileiros quanto espanhóis e argentinos. Ela fez um clipe recente com dois argentinos. Como todo processo de clipe, a gravadora te manda a música e você tem que montar uma proposta sobre o que gostaria de fazer. Ela chama três ou quatro diretores e cada um monta uma proposta. Eu escrevi esse roteiro e falei que queria muito filmar nessa praia. No final, ela acabou gostando e a gente foi fazer o clipe junto”.

Comprar Rare Tshirt e CD na Regards

Como foi o contato com Selena Gomez

“Eu fiz algumas reuniões com ela antes de gravar. Eu filmei com ela quando começou a amenizar um pouco a onda do Covid. A princípio, quando montei o projeto, a Selena não estava nem saindo de casa. Eu teria que filmar dentro da casa dela, dirigindo remotamente. Conforme foi avançando e amenizando um pouco as restrições, falaram ‘você pode filmar com a Selena em estúdio por algumas horas’. Meu contato com ela foi esse. Quando soube que ela tinha gostado da ideia, a gente se falou por Facetime algumas vezes. Ela me contou por que tinha se interessado pela ideia e o que tinha chamado mais atenção dela. Foi uma conversa muito legal. Fiquei muito surpreso. Eu tinha medo de trabalhar com uma artista desse tamanho, mas eu fiquei muito surpreso como ela tem uma ética profissional de colaboração muito legal. Eu fiz uns calls com ela e a gente debateu muito conceitualmente sobre a história que a gente ia contar. Depois, conversei com ela só quando a gente foi gravar as cenas dela. Eu a dirigi remotamente”.

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez
(Foto: Reprodução / Instagram @fernando.nogari)

Por que Selena Gomez escolheu Fernando?

“A gente estava em quarentena e ela adorou essa ideia de ser um clipe dentro de um clipe. Como se esse clipe inspirasse uma história de amor. Um romance em um lugar distante, em que as pessoas se conectassem através da música e da dança. Ela curtiu a ideia desse clipe ser um eco da música. Não ser um clipe em si da música. Mas um clipe dessa garota que se inspirou em ver a Selena na TV. Ela adorou. Uma das coisas que a gente conversou também é que a Selena está em uma fase muito legal de investir não só em clipes para o pop, comerciais. Ela falou que está procurando muito contar histórias e narrativas que não sejam só sobre ela. Ela quer usar esse alcance imenso para trazer outras pessoas junto, outras narrativas, e ser um pouco mais inventiva“.

Como manter o sigilo de um clipe gravado no Brasil?

“Foi um caos! (risos) Eu também desconhecia um pouco… Eu nunca tinha feito nada nem próximo desse alcance. Eu fui muito ingênuo. Nossa equipe também. A partir do momento que os fãs começaram a descobrir que a gente estava gravando esse clipe, tentavam entrar no meu Dropbox, mandavam e-mail falso para mim pedindo a música… Eu tive que segurar isso durante muito tempo. Eu morria de medo de qualquer deslize. E aconteceu isso. Quando a gente gravou em Redonda [praia de Icapuí, no Ceará], a gente não contou para ninguém o que estava fazendo. Era só ‘estamos gravando um clipe’. A gente soltava a música só instrumental. Mas ela tinha uma coreografia muito marcada e, em alguns momentos, os bailarinos-atores pediam para a gente soltar com o vocal. Muito discretamente, a gente soltava, mas sem contar muito o que era. Era uma vila de pescadores e ninguém estava muito curioso. Mas tinha essa cena desse mural, e aí não teve muito como esconder. O louco é que em Redonda não tem sinal de celular. A gente pintou o mural e, quando estava terminando a diária de gravação, cheguei na pousada, entrei na Internet e já tinha foto do mural pelo Twitter inteiro. Estavam falando ‘Selena está no Ceará’. Eu pensei ‘puta que pariu, a gravadora vai me matar!’. Não podia vazar nada e estava nos trending topics ‘Selena no Ceará’. É difícil, né? Parte do nosso processo foi colaborar muito com os locais, e às vezes até por alguma ingenuidade as pessoas fizeram algum vídeo. A gente pediu para ninguém levar celular e tentou controlar o máximo que a gente pôde. Mas ela tem toda essa base de fãs sedenta por informação”.

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez
(Foto: Reprodução / Twitter @PortalSelenaBR)

Como é ser o diretor do primeiro clipe da Selena ambientado no Brasil?

“É uma loucura. Eu nem consegui digerir direito o tamanho disso. A gente estava no período de quarentena, sem sair de casa, com pouco contato com outras pessoas, e de repente eu estava gravando um clipe para a Selena Gomez. Estava vivendo uma situação extraordinária e fui viver uma situação mais extraordinária ainda (risos). Mas o processo foi muito legal. Acho que muito pela quarentena, eu pensei ‘quero fazer algo que seja legal, que o processo seja colaborativo e genuíno’. Foi muito gostoso fazer o clipe. Hoje eu vejo ele pronto e fico muito feliz. A gente foi para lá, fez uma imersão, viveu aquelas histórias. Fico muito feliz de ter feito esse clipe. Estava muito ansioso para o lançamento. Agora que saiu dei uma relaxa. Foi. Fico feliz. Toda a equipe ficou muito feliz. Estava todo mundo junto para fazer uma coisa legal, honesta, brasileira, autêntica. A gente sempre está absorvendo referências que não são daqui, óbvio, mas a gente falou: ‘vamos olhar para o Brasil e tentar criar referências daqui’. O Brasil é tão autêntico, com todos esses detalhes que são tão ricos“.

Feedback da Selena Gomez

A Selena é o máximo. Ela tem todo esse hype em volta dela porque ela é muito verdadeira. Desde a primeira conversa que tive com ela, não senti que estava falando com alguém tão famosa. Senti que estava falando com uma amiga pela maneira como ela me tratava. Ela é sempre muito carinhosa. Ela falou ‘eu amei, é exatamente o que a gente conversou’. Senti que ela estava feliz e muito orgulhosa com esse EP em espanhol, se aproximando da cultura latina. Mas tive pouco contato também. A Selena, sendo quem ela é, tem sempre uma entourage em volta dela. Ela faz muitas coisas e está sempre ocupada. Nossos contatos são sempre muito rápidos, mas sempre muito verdadeiros. Eu admiro isso demais”.

Entrevista exclusiva: Fernando Nogari, o brasileiro escolhido por Selena Gomez
(Foto: Reprodução / Instagram @fernando.nogari)

Escrito por Leonardo Torres

“My Limb”: Hayley Williams vai até casa de fã para entregar CD com música nova; veja!

Sabrina Carpenter entra na parada britânica pela 1ª vez