Lil Nas X no clipe de "MONTERO (Call Me By Your Name" / Foto: YouTube
in ,

Entre críticas e polêmicas, Lil Nas X é sucesso de streaming e esgota produtos em um minuto

Rapper surpreendeu com o hit “Montero – Call Me By Your Name”

Ele negou o céu e desceu de pole dance até o inferno. A repercussão de “Montero – Call Me By Your Name” segue essa dualidade: o topo das paradas e as acusação de plágio. Independente do lado dessa história você fique, vamos admitir: Lil Nas X é um dos artistas mais interessantes que vimos crescer e aparecer nos últimos anos. 

Se a história de “Old Town Road” não te sensibilizou, você é um pouco frio por dentro. O cara saiu de casa, dormia no chão quando comprou uma batida em um site, viralizou. Artista preto, ganhou adesão de um cantor country e ainda se assumiu gay no auge do sucesso. É muito tabu superado! E ainda quebrou recorde na maior parada do mundo depois de 24 anos.

E “Call Me by Your Name” é justamente uma crítica aos críticos de plantão. Lil Nas X transforma a plateia em pessoas de pedra que julgam e condenam outros por ser quem eles são. Mas como prego que se destaca é martelado… Após o lançamento, uma acusação de plágio: o visual do clipe teria sido copiado de “Cellophane” da FKA Twigs, lançado em abril de 2020, segundo o diretor.

Foto: HIGHTEC Magazine

E se no marketing, fale bem ou mal, mas falem de mim, traz dinheiro, a repercussão de  “Call Me by Your Name”, por enquanto, é essa: está entre as mais ouvidas globalmente, topo das paradas digitais dos Estados Unidos, se encaminha para ser a melhor estreia de 2021 por lá, e o primeiro produto mercadológico da era se esgotou em 1 minuto. Ao escolher seu caminho e assumir a coroa, Lil Nas X deixa mais um recado: quem dita as regras é ele mesmo, você goste ou não.

E por falar no tal produto… Lil causou polêmica nesta segunda-feira (29/03), ao lançar uma tênis com apenas 666 pares, que, por sinal, esgotaram em apenas um minuto. O rapper se uniu à empresa de calçados MSCHF para lançar o ‘Satan Shoes’, que são uma versão customizada do Nike Air Max ’97, contendo uma gota de sangue humano. No mínimo excêntrico!

Os pares enumerados individualmente, têm a inscrição Lucas 10:18 nas laterais. De acordo com o portal “Entertainment Weekly”, os tênis estiveram disponíveis por US$ 1.018,00 (cerca de R$ 5,7 mil). Como foram esgotados em 60 segundos, Lil arrecadou nada menos que 678 mil dólares.

Os tênis contêm uma gota de sangue humano na sola, retirada de membros da equipe da MSCHF – ironicamente, a MSCHF já havia lançado Air Max 97 customizado chamado “Jesus Shoes”, que a empresa disse que continha água benta retirada do Rio Jordão, segundo consta.

Apesar do boom, a Nike promete processar a MSCHF, que aparece no polêmico novo clipe “Montero (Call Me By Your Name) do rapper, por induzir os compradores a pensar que a Nike aprovou o calçado quando, na verdade, era uma customização feita pela empresa de arte.

Ao saber do bafafá, Lil Nas X postou um pequeno clipe em sua página no Twitter de um episódio de Bob Esponja, da Nickelodeon, apresentando o personagem Lula Molusco implorando por trocados. O artista colocou a legenda: “Eu depois dos processos da Nike”, em tom de deboche.

No domingo (28/03), a rapper publicou no YouTube um vídeo, que foi rotulado como um pedido de desculpas por toda a reação contra os temas do clipe, mas, na verdade, o vídeo mostra apenas o rapper da Geórgia segurando o tênis e clipes de seu Vídeo “Montero (Call Me By Your Name)”.

Trajetória e tabus

Se tem uma palavra que descreve a carreira de Lil Nas X é fenômeno. E o que ele enfrentou logo depois é infelizmente comum para artistas que alcançam o estrelato logo de primeira: será que ele é mais do que “Old Town Road”? É o que vamos descobrir com o novo debut do rapper. 

Depois de clipe, Lil Nas X mostra bumbum em foto
(Foto: Divulgação)

“Panini” e “Rodeo”, as músicas que sucederam “Old Town Road” colocaram Lil Nas X na lista de artistas que sabem quem são e o que querem oferecer. Os visuais apresentados, por si só, já deveriam ter dado ao rapper a atenção que ele merece do grande público.

 

Escrito por Leonardo Rocha

BTS: Jungkook é o novo queridinho das marcas

Após reclamação de Gil, Juliette justifica não secar lágrimas: “Sou maquiadora”