Ludmilla. Foto: Divulgação
in ,

Entenda como Ludmilla provou que pode existir união entre o funk e o rap carioca

Após receber críticas antes da divulgação do projeto, a cantora foi aclamada por internautas e desabafa. Confira!

Logo que foi anunciada sua participação no “Poesia Acústica 10”, uma enxurrada de críticas á cantora Ludmilla tomaram conta da internet. Agora, com o lançamento do projeto, parece que o jogo virou: a funkeira está sendo aclamada pela tribo do rap. A polêmica ganhou corpo, porque no Rio de Janeiro, a cena é completamente diferente de São Paulo, por exemplo, e se distancia bastante do funk carioca – berço de Lud. Com isso, a artista prova que é possível a união dos gêneros musicais distintos, mas que se complementam em sua essência.

A parceria do projeto, que chega a sua décima edição, com Ludmilla, assim como com MC Cabelinho, chama atenção, já que se trata de um grupo fechado que, raramente, abre espaço para artistas do mainstream. Apesar disso, o movimento chega à temporada “Recomeçar“, com o mesmo objetivo de sempre: juntar artistas, de diversos gêneros, para uma música que geralmente tem a extensão maior que o normal e é uma verdadeira poesia em forma de rap.

Ludmilla no Poesia Acústica. Foto: Divulgação

Além de LudmillaMC Cabelinho, que vêm do universo do funk, Orochi, JayA Luuck, PK, Black, Delacruz e Bk. fazem parte do coletivo.  O resultado já está chamando atenção das redes sociais, entrando entre os assuntos mais comentados do Twitter, na última semana.

O clipe foi lançado e é bem simples, mas forte. Gravado no Rio de Janeiro, os artistas ficam sentados em um elaborado cenário, incluindo um ar de floresta, com folhas e cipós, misturando com frames de quadros.

Ludmilla no Poesia Acústica
Foto: Reprodução / Twitter

O formato único, inimista, com voz e letras repletas de rimas e metáforas, realmente caiu nas graças do público e fazem você navegar num misto de sensações. Nos projetos anteriores, participaram Cynthia Luz, Djonga, Elana Dara, Filipe Ret, L7NNON, Lourena, Maria, MV Bill, Projota, Xamã, entre outros.

A confirmação da participação da cantora Ludmilla no famoso projeto de hip-hop brasileiro foi revelada em setembro. Mesmo nas edições anteriores, ela já aparecia entre os pedidos para a edição seguintes, que agora foi confirmada. Apesar de alguns internautas torcerem o nariz para a funkeira, a participação dela tem sico aclamada por grande parte do público, que se rendeu ao talento vocal e a presença da artista.

Assista:

Lumilla rebate criticas

Chateada com ascríticas que recebeu, Ludmilla usou as redes sociais para fazer um desabafo nesta sexta-feira (27). Na época a artista chegou a dizer para os internautas “enfiarem o preconceito no bolso” e que ia “calar a boa de muita gente” quando a faixa saísse. E assim o fez.

Verdade é que o Poesia Acústica 10 já está entre nós e não deu outra: o projeto foi muito bem recebido, principalmente pela parte que Lud canta. Uma internauta exaltou o trabalho da cantora e pediu desculpas por ter julgado a participação dela anteriormente.

“Primeiramente peço mul desculpas pelas vezes que fiquei triste porque Ludmilla ia participar da Poesia #10. Essa mulher deitou demais. Meus Deus, a patroa”, escreveu uma internauta, que recebeu a seguinte resposta de Lud:

“Vocês não sabem o quanto é ruim ter tanta gente te subestimando o tempo inteiro. Deem mais oportunidades pras pessoas pra depois opinarem, principalmente pras mulheres que são sempre subestimadas. Eu aceito suas desculpas, mas por favor repense suas atitudes”.

 

Escrito por Leonardo Rocha

Exclusivo: Tudo sobre o novo formato e a primeira convidada do “Boca A Boca”

Storytelling: Danna Paola revela como conseguiu voltar a cantar após decepção com indústria da música. Foto: Divulgação

Storytelling: Danna Paola revela como conseguiu voltar a cantar após decepção com indústria da música