banner com link para rádio globo
(Foto: Globo)
in ,

No “Encontro”, DG dá apoio à vítima de racismo em metrô de SP

Ex-brother do BBB22 bateu um papo com Fátima Bernardes sobre o assunto

Douglas Silva esteve no “Encontro” desta quarta-feira (4). Ele, que participou do BBB22 e tentou levar pautas raciais ao programa, deu seu apoio à Welica Ribeiro, mulher negra que foi vítima de racismo em uma estação de metrô de São Paulo. O ator e Fátima Bernardes conversaram com a vítima ao vivo.

(Foto: Globo)

Leia mais:

Tudo aconteceu na tarde da última segunda-feira (2). Welica registrou boletim de ocorrência alegando ter sofrido racismo por uma mulher branca, identificada como Agnes Vajda, que fez um comentário associando o cabelo dela a doenças.

O caso gerou revolta entre os passageiros que estavam no vagão, que reagiram com gritos de “racista”. A agressora acabou escoltada pela polícia e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fátima Bernardes recebeu Welica de maneira remota em seu programa e aproveitou a participação de DG para discutir sobre o assunto. O ex-BBB22 declarou total apoio à vítima, reforçando: “Fogo nos racistas”.

“É complicado, né, Fátima. Isso é reflexo da nossa sociedade. Desde que o mundo é mundo esse preconceito existe. Eu até entendo super o que a moça passou naquele momento, o constrangimento, porque o que dá o direito a outra pessoa agir daquela forma é e falar algo desse gênero, que isso machuca muito“, desabafou.

“E pra gente superar isso, independentemente se vai pra delegacia. A moça que falou essas palavras, que agiu de forma totalmente inadequada, que cometeu esses crime, ela vai seguir a vida dela. Não sei como as autoridades vão agir, mas a pessoa vítima, que sofreu esse ataque, isso vai reverberando por muito tempo, completou ele.

“Certamente porque não foi a primeira vez. O que a gente viu é que outras pessoas que estavam ali no metrô ficaram revoltadas, e elas impediram a saída da passageira que fez as agressões, então até a chegada da Polícia Militar ela teve que ser escoltada sob muitos gritos indignados de racista”, continuou a apresentadora.

Em seguida, a atração exibiu um vídeo gravado por passageiros que mostrava Agnes sendo repreendida por diversas pessoas, tendo que ser protegida por policiais:

“Eu acho que é isso, o movimento tem que ser este. Toda vez que alguém vir um ato desse, de crime, tem que se solidarizar, ajudar. Porque quem sofre o ataque às vezes não consegue agir da maneira que precisa agir. Porque você foi humilhado ali naquele momento e é muito difícil você se recuperar rápido ali no ato, nem todo mundo consegue”, incentivou o ex-brother apelidado de DG.

“E quando você vê alguém agindo dessa forma, você tem que ali, ter empatia, ajudar a pessoa. Tem que bater palma aí pra galera que estava no vagão aí, que ajudou o irmão e a irmã”, concluiu o ator.

O BBB22 acabou, mas o POPline segue fazendo uma cobertura completa sobre tudo relacionado ao programa e seus participantes. Fique de olho para não perder nadinha!

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Série "Obi-Wan Kenobi" ganha primeiro teaser!

No “Star Wars Day”, série “Obi-Wan Kenobi” ganha novo trailer

Maldivas série Netflix

“Maldivas”: Série com Manu Gavassi e Bruna Marquezine ganha data de estreia