in ,

Duda Beat, Lucy Alves e Eduarda Brasil falam sobre a força do Nordeste na música no #PalcoPOPline

A live será transmitida no Instagram do POPline a partir das 20:00h!

O que Duda Beat, Lucy Alves e Eduarda Brasil têm em comum? Além de estarmos falando de cantoras supertalentosas, as duas são representantes do atual pop nordestino! Por isso, elas são as convidadas para o quadro #PalcoPOPline desta segunda-feira, (22), cujo o tema é “O Som do Nordeste”. A live será transmitida no Instagram do POPline a partir das 20:00h!

Saiba mais sobre a carreira de Duda Beat

Após o lançamento do primeiro disco, Sinto muito, em 2018, a cantora começou a ter visibilidade nacional e ganhou até o apelido de “rainha da sofrência pop”. Entretanto, há muita coisa por trás dessa história de sofrência.

"Meu Pisêro": Duda Beat anuncia nova fase de pop sofrência
Duda Beat (Foto: Fernando Tomaz)

Eduarda Bittencourt, nome de nascimento, sempre cantou informalmente, na igreja, formando banda no colégio ou na noite, mas também tentou ingressar no curso de medicina algumas vezes até se encontrar de vez na música depois de um retiro espiritual no qual ficou em silêncio por 10 dias. A experiência foi fundamental na carreira da artista.

Ela ganhou o Troféu APCA de revelação de 2018 e teve o seu álbum de estreia incluído na lista dos dez melhores discos nacionais do ano da revista Rolling Stone.

Conheça a biografia de Lucy Alves

Lucy começou sua vida artística aos quatro anos de idade, ingressou no mundo da música pelo Projeto Formiguinhas e depois sendo violinista na Orquestra Infantil da Paraíba e da Camerata Izabel Burity.

Lucy Alves

Participou como solista das Orquestras Sinfônicas da Paraíba e de Recife e da Orquestra da Câmara de João Pessoa. Tocou violino no Conservatório Musical da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Foi também na UFPB que ela se graduou em música.

Em 2013 participou do programa The Voice, saindo como a vice-campeã da edição. Já em 2016, foi a antagonista da novela “Velho Chico”, vencendo nas diversas premiações do país pelo troféu de atriz revelação.

Relembre a carreira de Eduarda Brasil

Nascida em Cajazeiras, foi criada desde muito pequena em São José de Piranhas, precisamente no Sítio Barra. Aos 5 anos começou a cantar, motivada pelo pai e pela tia, que tocam no forró no município.

Eduarda Brasil

Com 12 anos decidiu se apresentar com a família, mesmo período em que participou e conquistou um festival. Eduarda gosta de escutar MPB e forró, notadamente Mastruz com Leite e Limão com Mel.

No programa The Voice Kids, optou pela música Forró do Xenhenhem, da dupla Antônio Barros e Cecéu, que ficou mais conhecida na voz da cantora Elba Ramalho, para se apresentar nas audições às cegas.

Os técnicos viraram suas cadeiras para ela, que escolheu o time de Simone & Simaria. Na fase das Batalhas, concorreu com Rayane Lima e Victória Andrade. Todas cantaram a música 126 Cabides, de Simone & Simaria.

A dupla selecionou Eduarda para permanecer na competição, enquanto as demais foram eliminadas. Posteriormente concorreu a uma vaga com Augusto Michel, Felipe Gaspar e Jennifer Campos e priorizou suas raízes nordestinas. Ela ganhou a competição

Em 1º de junho de 2018, lançou o seu primeiro álbum, denominado Eduarda Brasil, pela gravadora Universal Music International Ltda, com quatro músicas. A música principal do álbum, Amiga que Presta, contou com a participação da cantora Márcia Fellipe.

O Palco POPline vai rolar todas segundas e quartas a partir das 20h. A estreia aconteceu com as cantoras Aline Wirley e Ana Gabriela para celebrar o Dia Internacional das Mulheres! Também já tivemos um bate-papo com Priscilla Alcantara, Carol Biazin e Chameleo com um aquecimento sobre apostas dos cantores para o Grammy.

Veja como foi o último episódio do Palco POPline

Escrito por Helena Marques

Como funciona o “song camp” via Internet?

Covid-19: Padre Fábio de Melo revela que sua mãe foi intubada