in

“Corpo Sensual”: Yuri Drummond, compositor do novo hit da Pabllo Vittar, revela que levou meia hora para fazer a faixa

Na crista da onda, emplacando hit atrás de hit, Pabllo Vittar tem desfrutado de um ano incrível. Seu álbum de estreia já rendeu grandes sucessos e “Corpo Sensual”, recente single, está prestes a chegar ao topo do Top 50 Brasil do Spotify.

Mas como funciona o processo criativo da Pabllo? Quem são os compositores e produtores parceiros da Drag Queen? O POPline conversou com Yuri Drummond, o cara por trás de “Corpo Sensual”.  “Conheci a Pabllo em Brasília, através do produtor musical Rodrigo Gorky, que é meu amigo, e já tinha planejando um encontro entre a gente. Quando vi a Pabllo rolou uma química imediatamente. Ela tem esse dom de cativar, né?”, lembra o músico.

Contato feito, mão na massa. Yuri começou a trabalhar com Pabllo e desenvolveu algumas faixas para o álbum “Vai Passar Mal”. Ele lembra como compôs “Corpo Sensual”: “Eu estava em Uberlândia e lembro de estar em um quarto com a Pabllo, então dei play no instrumental e daí começou a vir a melodia e a letra. Foquei nela por 30 minutos, quando eu terminei mostrei pra Pabllo e ela brincou “Mana cê arrasooou! Caramba! Essa vai pro álbum, vai ser sucesso”.

Embora tenha levado apenas meia hora para fazer a canção, a inspiração do jovem Yuri, que tem apenas 24 anos, vem da noite. “A música foi feita literalmente pra Pabllo. Eu estava junto com ela na balada e presenciei uma situação e quis levar isso pra uma letra da forma mais divertida possível. E também usar um pouco da minha vivência. A Pabllo é vulcão brasileiro, um ícone. Eu tive que fazer uma letra a altura dela.”, comenta ele.

Sucesso imediato, “Corpo Sensual” ganhou clipe no dia 6 de setembro e já acumula mais de 60 milhões de visualizações no YouTube.  “Eu sempre acreditei no poder da música “Corpo Sensual”, porque é uma música bem brasileira, que traz a sensualidade de uma forma divertida. O brasileiro gosta disso!  Não fiz visando um público específico, fiz uma música que todo mundo pudesse dançar. Exatamente pra quebrar barreiras, podendo ser tocada em qualquer lugar.”, Yuri explica.

 

Com contrato milionário com a Sony Music, Pabllo deve começar o processo criativo do seu segundo álbum ainda este ano. Yuri espera continuar entre os parceiros da artista: “É um grande sonho ter visto esse projeto se tornar real. O sucesso foi consequência. E com certeza quero continuar sim, trabalhando com ela. Tenho muitas musicas guardadas. Quem sabe alguma delas possa entrar no álbum”.

A parceria com Pabllo Vittar já abriu portas para o compositor. É ele quem assina a autoria de “Decote”, dueto entre Preta Gil e Pabllo. Ele também tem faixa gravada por Luiza Possi e tem trabalhado com o ator e cantor Julio Rocha. Para o futuro, ele quer ampliar seu leque de artistas: “Sonho em compor para Anitta, Ivete Sangalo, Marília Mendonça, Wesley Safadão e Ludmilla. Eu sou bem eclético e quero poder caminhar entre todos os ritmos”.

Escrito por Redação POPLine

Após tragédia em Las Vegas, Jennifer Lopez adia três shows de sua residência: “de coração partido”

ROCKline: St. Vincent faz cirurgia plástica em novo clipe de “Los Ageless”