in

Com vídeo onde questiona pensamento racista de Bolsonaro, Preta Gil afirma: “Sou Ele Não Há 7 Anos”

A campanha para o posicionamento de celebridades, em especial aquelas que o público LGBTQ+ apoia e consome o trabalho, continua. Com o discurso e posicionamento de Anitta, desafiada por Daniela Mercury, contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro, conhecido por seus discursos homofóbicos, machistas e racistas, o bastão agora foi para outra.

E dessa vez quem se pronunciou foi Preta Gil. Desafiada pela própria Anitta, Preta utilizou de suas redes sociais para reafirmar o seu posicionamento contra Bolsonaro. Em vídeo, a cantora relembra de quando questionou o candidato em seu posicionamento racista e mostrou vários depoimentos de Bolsonaro contra ela, em claras afirmações de racismo.

O vídeo termina com a afirmação: “Sou Ele Não Há 7 Anos”.

No texto, Preta Gil já inicia dizendo que “não precisa ser desafiada para falar o que já é óbvio.”

Confira:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram… vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!! #meuambienteélindo

Uma publicação compartilhada por Preta Gil 🎤 (@pretagil) em

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram… vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!!

Escrito por Kavad Medeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja “Head Above Water”, novo videoclipe de Avril Lavigne

Barbra Streisand lança disco de inéditas após 13 anos, critica Trump e elogia Lady Gaga