Connect with us

Katy Perry

CNN diz que Katy Perry é a “Hillary Clinton do pop” e cantora responde

Rede de notícias comparou as duas personalidades.

Published

on

Nesta terça-feira, 9 de maio, a rede de notícias CNN publicou uma notícia comparando Katy Perry com a ex-candidata à presidência dos Estados Unidos Hillary Clinton. A cantora fez campanha pela Democrata nas eleições de 2016, mas acabou sendo derrotada por Donald Trump.

A matéria questiona: estaria Katy Perry sendo derrotada, assim como seu ídolo da política?

A CNN lista 7 motivos, confira a tradução:

1. Ambas costumavam ser conservadoras: o pai de Clinton era conservador e apoiou o candidato presidencial republicano de 1964, Barry Goldwater. Quando adolescente, Perry foi criada em uma família cristã
conservadora.

2. Elas têm impressionantes resultados: Clinton foi colocada como a candidata mais qualificada para candidatar-se como presidente (incluindo pelo ex-presidente Barack Obama), e Perry tem nove sucessos em primeiro lugar na parada Billboard Hot 100.

3. Elas apelam para uma audiência liberal, mas alguns liberais estão chateados com elas: Clinton não poderia abalar o senador Bernie Sanders (que nem sequer é tecnicamente um democrata) durante meses durante as primárias democratas, e Perry foi atacada por liberais por sua piada recente sobre Obama durante um vídeo ao vivo no Facebook, além de usar um designer no “Met Gala 2017” que uma vez fez observações anti-semitas.

4. Evolução na posição sobre questões LGBT: Em 2000, Clinton disse que um casamento seria entre um homem e uma mulher, e ela não mudou sua postura até 2013. Perry lançou canções “Ur So Gay” e “I Kissed a Girl” em 2007 e 2008, respectivamente, que são consideradas por alguns homofóbicas. Então, no show do show do Super Bowl de 2015, ela cantou “I Kissed a Girl” com um homem, Lenny Kravitz, que a libertou de ser criticada como uma mulher hétero cantando sobre beijar uma garota.

5. Eles fazem campanha sobre união: o slogan de Clinton era “Melhores Juntos” e Perry disse ao site Entertainment Weekly que seu próximo álbum “é sobre ser vista e ouvida para que eu possa ver e ouvir todos os outros”.

6. Eles são produtos de uma época anterior: Clinton era uma candidata de estabelecimento que correu em uma eleição de mudança, enquanto Perry, uma estrela pop que fez sucesso no final dos anos 2000 que favoreceu as estrelas femininas corajosas com grandes batidas e perucas coloridas. Agora encontra-se competindo em paradas dominadas pelos homens que favorecem hip-hop e música eletrônica.

7. As duas podem estar em problema? Clinton, como você deve se lembrar, perdeu a eleição de 2016, e agora, Perry não está se saindo bem na pesquisa de aprovação do pop, a parada Billboard Hot 100. Sua música “Chained to the Rhythm” Estreou no Nº 4, mas desde então, caiu todas as semanas. Seu novo single, “Bon Appétit”, estreou esta semana em #76.

“Como a política, prever o pop é difícil. O destino do álbum de Perry não é ditado por algumas gafes ou fracas performances do singles”, disse o site. “Como a própria Clinton disse, apresentando um prêmio da Unicef à Perry no ano passado, ‘ela tem uma voz poderosa e letras criativas que nos lembram quando você é derrubado, pode voltar a subir'”, completou

Sabendo da matéria publicada pela CNN, a cantora Katy Perry postou uma foto no Instagram lendo o livro “The Destruction of Hillary Clinton” (A Destruição de Hillary Clinton”). Na legenda, ela marcou a CNN e disse: “não julgue um livro pela capa”.

@CNN don’t judge a book by it’s cover ♏️

Uma publicação compartilhada por KATY PERRY (@katyperry) em

O livro detalha como a qualificada política foi derrotada.

A cantora revelou que tem uma música inspirada nas eleições no seu quarto álbum de estúdio.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HojeTemLive.com.br




Ranking