(Foto: Reprodução / Instagram @charli_xcx)
in ,

Charli XCX fala que se sente rejeitada pela indústria

Cantora “pensou alto”, como ela diz, em post no Twitter.

A cantora e compositora Charli XCX desabafou no Twitter nesta quinta (1º/4) sobre como se sente uma “outsider” na música pop, experimentando inclusive a rejeição da indústria. Ela disse para não se preocuparem, porque ela estava apenas pensando alto.

“Eu sinto que, fora meus fãs, eu realmente não dou às pessoas a oportunidade de sentirem muita propriedade sobre mim ou minhas decisões. Talvez seja por isso que eu tenha o status de outsider na música pop, e também por isso que experimente a rejeição do lado da indústria muitas vezes”, disse a cantora.

Charli XCX fala que se sente rejeitada pela indústria
(Foto: Terrence O’Connor)

A trajetória de Charli XCX do mainstream ao pop alternativo

Charli XCX estourou mundialmente ao gravar “I Love It” com a dupla Icona Pop em 2012. Ela ainda experimentou o sucesso com “Boom Clap”, que fez parte da trilha do filme “A Culpa É Das Estrelas”, e “Fancy” (com Iggy Azalea) em 2014. Mas quando seu álbum “Sucker” saiu, no mesmo ano, teve vendas abaixo do esperado. Ela em seguida saiu da gravadora Asylum.

Veja o clipe de “Boom Clap”:

De lá para cá, a cantora lançou dois álbuns, duas mixtapes, um EP e vários singles, mas ficou cada vez mais longe do mainstream. Sua prateleira passou a ser a do pop alternativo, e Charli XCX investiu ainda mais em seu trabalho como compositora para outros artistas. O sucesso “Señorita”, de Shawn Mendes e Camila Cabello, por exemplo, tem co-autoria dela.

Escrito por Leonardo Torres

Anitta retoma parceria com diretor criativo de "Bang"

Anitta retoma parceria com diretor criativo de “Bang”

Contratado pela Globo, Lucas Penteado fará filme da Netflix