Chameleo lança novo single "Você Me Fu***"
in ,

Chameleo lança novo single e clipe “Você Me Fu***”

A novidade sempre me interessou, principalmente quando me cativa na primeira audição ou a primeira vista. Chameleo tem quatro anos de carreira, mas só agora se joga pra valer no pop brasileiro, com letras em português, fazendo questão de imprimir a sua personalidade e suas vontades em seu trabalho, sem pensar em amarras.

Nesta sexta-feira ele lança “Você Me Fu***”, single que chega acompanhado de uma videoclipe com super produção, que além de não deixar nada a desejar, se mostra até superior a muitos outros produzidos por nomes já consagrados no mercado musical.

Chameleo lança novo single "Você Me Fu***"
Reprodução da capa do single “Você Me Fu***”. Foto: Douglas Rider

Chameleo, ou Leonardo Fabbri, é curitibano, gay, tem 26 anos e é formado em produção musical pela UCLA, de Los Angeles. Dono de redes sociais recheadas de bom humor, suas inspirações vão de Os Mutantes e Pink Floyd até Pabllo Vittar, Rosalía e Billie Eilish. Em entrevista exclusiva, perguntei como ele gostaria que as pessoas lhe enxergassem como artista e resposta foi breve e imediata: “Uma pessoa que não tem medo de ser quem é.”

É exatamente esse artista sem medos que enxergo no Chameleo e esse traço está escancarado em “Você Me Fu***”, que é uma composição dele em parceria com Jenni Mosello.

“Eu sinto que essa música é uma transição entre o que eu fazia antes e o que eu quero agora, pensando de forma mais comercial. Antes era algo mais alternativo, feito para mim mesmo, já essa tem um viés um pouco mais leve, é diferente das outras. Sinto que essa música me representa muito, porque até então Chameleo era um alter-ego meu, mais fechado, e com o passar dos anos veio uma libertação junto com uma auto-aceitação. Essa foi a primeira música que consegui incorporar mais a minha personalidade sem julgamentos.”

Chameleo lança novo single "Você Me Fu***"
Foto: Douglas Rider

A faixa foi lançada hoje em todas as plataformas digitais e tem produção assinada por Lucas Vaz e Nico Braganholo.

“Eu dou meus pitacos, mas sentar e produzir sozinho nunca foi muito a minha praia. Eu gosto de trabalhar com pessoas e ouvir ideias. Gosto desse ‘flow’,” disse Chameleo sobre o processo criativo.

“Você Me Fud***” conta aquela história clássica de fim de relacionamento, o famoso pé na bunda, quando uma das partes sai mais machucada do que a outra. A identificação vem fácil, afinal quem nunca? Essa narrativa também foi ponto chave para a escolha da música de trabalho:

“Todo mundo já levou um pé na bunda e todo mundo já foi fodido de um jeito que a gente não gosta, risos,” brincou.

O clipe e o visual

O videoclipe de “Você Me Fud***” foi filmado antes do período de isolamento social, causado pela pandemia do coronavírus, e traz uma bela fotografia, além de figurino caprichado. As referência de arte e anime, uma paixão do artista, também são bem evidentes.

“Esse clipe também é uma forma de libertação para mim, empoderamento pessoal. Depois que você leva um pé na bunda de um ‘boy’, precisa se empoderar para estar bem de novo. Fiquei muito feliz com o resultado desse trabalho, pois ele engloba bem essa estética que eu queria, meio neo-futurista com anime, que eu amo. O ‘boy’ do clipe é um felino, como se fosse de um outro planeta! Criar essa atmosfera e transpor visualmente sempre é meu objetivo principal,” explicou.

Chameleo lança novo single "Você Me Fu***"
Foto: Douglas Rider

Entretanto não é só no clipe de “Você Me Fu***” que se nota uma dedicação ao visual, uma vez que todas as imagens referentes a Chameleo têm uma produção bem pensada e um magnetismo. Ele explicou o porquê:

“Eu sempre fui apaixonado por cinema, comecei no teatro, então as artes visuais sempre tiveram muito presente em mim. Sempre quis trazer esse lance ‘aesthetic’ mesmo para o mercado. Desde o meu primeiro clipe, quatro anos atrás, já estava presente esse cuidado visual. Faço questão de manter essa linha.”

Para conhecer mais

“Você Me Fu***” chegou hoje às plataformas digitais, mas a carreira de Chameleo começou com o lançamento do single “Better Land” em 2017. Dois anos depois, após temporada nos Estados Unidos, lançou o EP “utopiaTABOO” com sete faixas. Para conhecer melhor a trajetória do cantor, pedi que ele mesmo escolhesse três músicas suas que fossem essenciais para compreendê-lo como artista. O resultado é esse:

“colorBLIND”

“Foi o meu segundo lançamento e tem um clipe gravado na Índia. Fiz essa viagem logo após descobrir que estava com câncer, então acho que a experiência desse vídeo e todos os frutos que ele me trouxe me ajudaram muito até no próprio tratamento.”

>> “colorBLIND” é uma metáfora, já que Chameleo é daltônico e aqui quis mostrar como enxergamos muitas coisas de maneira equivocada.

“Limbo”

“Essa é uma música que escrevi durante o processo de quimioterapia que eu passei há dois anos. Essa é uma música muito importante e muito forte para mim.”

>> “Limbo” é sobre a chegada ao fundo do poço emocional.

“Mind Games”

“Esse é o meu último lançamento, antes de ‘Você Me Fu***’. Acho que essa música já dá um gostinho desse universo mais pop, mais dançante, mas ainda assim é em inglês e tem uma pegada mais ‘dark’.”

>> “Mind Games” fala sobre jogos mentais de uma relação abusiva.

Escrito por Mari Pacheco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtor Arnaldo Saccomani critica Pabllo Vittar

Álbum ao vivo de Sandy & Junior entra em paradas de downloads em outros países