Camila Cabello será conselheira no "The Voice US"?
(Foto: Divulgação)
in ,

Camila Cabello será conselheira no “The Voice US”?

Fãs acreditam que é Camila Cabello em vídeo misterioso divulgado pelo “The Voice”.

O novo burburinho do momento é que Camila Cabello será uma das conselheiras da nova temporada do “The Voice US”, que estreia no dia 20 de setembro na NBC. O perfil oficial do programa faz mistério quanto aos conselheiros da próxima temporada, mas postou um vídeo dando pistas.

No vídeo, o técnico John Legend faz algumas perguntas para a conselheira de seu time, cujo rosto está escondido por pixelização. Fãs acreditam que é Camila Cabello por trás da pixelização. Além das respostas que ela deu, fãs reconheceram a roupa da cantora.

No vídeo, a conselheira oculta diz que se orgulha de ter cantado com o pai, que é mexicano. O pai da Camila é mexicano. Ela também citou Ed Sheeran, Alejandro Sanz e Rihanna como influências. Camila, inclusive, já trabalhou com Ed Sheeran e Alejandro Sanz.

Camila Cabello será conselheira no "The Voice US"?
(Foto: Reprodução / Instagram @nbcthevoice)

Veja o vídeo:

Camila Cabello se sente estranha em lançar músicas por causa da Covid-19

Camila Cabello deu uma entrevista para o programa de rádio “Kyle and Jackie O” e falou sobre o quanto se sentia desconfortável com a ideia de lançar música em meio à pandemia. “Eu estava ficando louca aqui e só comecei a me sentir normal de novo recentemente. As minhas músicas seriam péssimas se eu continuasse nessa direção“, falou.

“Eu me sinto estranha, é tão divertido fazer música, aí você lança e não consegue realmente ver as pessoas e sentir a energia delas. Então você não sabe o que está realmente acontecendo quando uma música sai. Algumas vezes eu sinto que você não consegue essa energia de volta. Eu não checo as redes sociais, então eu nem tenho isso. É muito estranho, eu espero que melhore“, disse ela.

Escrito por Leonardo Torres

Tatá Werneck se irrita após seguidor chamar Clara Maria de sem graça

Além do Spotify: Gravadoras diversificam receita do streaming

Além do Spotify: Gravadoras diversificam receita do streaming