Bruno Gagliasso fala de sabotagem ao filme Marighella
(Foto: Getty Images - Uso autorizado POPline)
in ,

Bruno Gagliasso fala de sabotagem ao filme Marighella

Após imbróglio com a ANCINE, “Marighella – O Filme” ganha data de estreia nos cinemas.

“Marighella – O Filme” ganhou sua data de estreia: 4 de novembro nos cinemas. Junto com o anúncio, o ator Bruno Gagliasso fez uma denúncia. Segundo ele, o longa-metragem foi alvo de “todas as tentativas para sabotar a estreia”.

Grandes nomes envolvidos no filme

O filme é uma adaptação do livro “Marighella – O Guerrilheiro Que Incendiou o Mundo”, de Mário Magalhães, e marca a estreia de Wagner Moura na direção. O longa-metragem acompanha os últimos cinco anos de vida do líder revolucionário, entre o golpe de 1964 e seu assassinato em 1969.

Bruno Gagliasso fala de sabotagem ao filme Marighella
(Foto: Divulgação)

Leia mais:

Seu Jorge interpreta Marighella. O elenco conta ainda com Bruno Gagliasso, Adriana Esteves, Herson Capri, Humberto Carrão, Luiz Carlos Vasconcelos e outros.

Impasses para lançamento

“Marighella – O Filme” foi exibido primeiramente no Festival de Berlim em 2019 e, desde então, sofreu vários adiamentos no Brasil. Houve um imbróglio com a Ancine – Agência Nacional do Cinema, supostamente motivado por perseguição política. Especulou-se, inclusive, sobre censura.

“A relação do atual Governo com a cultura prescinde de maiores comentários. A cultura, assim como a questão ambiental, racial e de igualdade de direitos é alvo preferencial do projeto de destruição bolsonarista. E a maneira escolhida para operar esses aniquilamentos foi muito maquiavélica, porque o IBAMA, a FUNAI, A Fundação Palmares, Ministério do Meio-Ambiente, o Ministério dos Direitos Humanos não foram extintos; mas eles colocaram lá dentro antíteses das naturezas desses órgãos. É uma corrosão interna, muito mais cruel do que a própria extinção. O Ministério da Cultura, eles extinguiram mesmo, mas deixaram lá uma Secretaria ligada ao Turismo, que é mais um órgão anacrônico de vigília ideológica e censura, do que de fomento cultural”, Wagner Moura falou ao Correio 24 Horas.

Bruno Gagliasso fala de sabotagem ao filme Marighella
(Foto: Divulgação)

Neste meio tempo entre o “lança e não lança”, o filme acabou vazando na Internet. “Por alguma razão as pessoas acham que roubar fruta na árvore ou assistir filme pirata não é roubo. A mente humana é pródiga em autoengano”, disse o produtor Fernando Meirelles na ocasião.

Escrito por Leonardo Torres

Warner Music e Community: mensagens de texto entre fãs e artistas

Warner Music e Community: mensagens de texto entre fãs e artistas

Lizzo é criticada por chamar Chris Brown de sua "pessoa favorita"

Lizzo é criticada por chamar Chris Brown de sua “pessoa favorita”