The Weeknd. Foto: Divulgação
in ,

“Blinding Lights”: hit de The Weeknd completa um ano e continua no Top 10 da Billboard Hot 100

Relembre a trajetória do maior sucesso de 2020!

No dia 29 de novembro de 2019, The Weeknd lançava “Blinding Lights”, o maior hit de sua carreira e o grande sucesso de 2020. Em meio a quebra de recordes e números impressionantes, o carro-chefe de sua era “After Hours” amargou a falta de indicações ao Grammy e causou uma revolta geral nos especialistas, críticos e fãs, que já davam o prêmio como certo.

No mês de aniversário da canção, o cantor alcançou uma marca histórica para sua carreira: “Blinding Lights” se tornou a 10ª canção mais bem sucedida de todos os tempos nos charts mundo a fora. A coroação veio com a entrada do single no Top 10 do “All Time” Global Charts, uma lista que acompanha o histórico de canções com base na avaliação de todas as paradas de sucesso do United World Chart.

Mas o sucesso já era perceptível com uma rápida analise da parada de singles da Billboard. Há uma semana, o hit deixou o Top 5 da Billboard Hot 100 após 37 semanas para ocupar o sétimo lugar na última atualização. “Blinding Lights” é, portanto, a música que permaneceu por mais tempo entre as cinco mais bem ranqueadas na parada norte americana. O topo do chart foi reservado ao canadense por quatro semanas após o lançamento do single.

Grammy 2021: The Weeknd planejava performance para premiação
(Foto: Reprodução / Instagram @theweeknd)

Em agosto “Blinding Lights” passou mais de 20 semanas no topo da Radio Songs (também da Billboard). Esta parada contabiliza a popularidade das músicas em todas as rádios dos Estados Unidos. Com isso, The Weeknd quebrou um recorde de quase 22 anos da banda Goo Goo Dolls, que esteve em 1º lugar por 18 semanas com a música “Iris” em 1998.

Ainda em agosto, na parada Adult Pop Songs, “Blinding Lights” virou a 13ª semana no topo e se tornou a música de um artista solo masculino com mais tempo em 1º, superando as 12 semanas de “Shape Of You”, de Ed Sheeran, e de “Bad Day”, de Daniel Powter.

Ignorado pelo Grammy

A divulgação da lista de indicados ao Grammy foi um evento repleto de polêmicas envolvendo a ausência de The Weeknd nas categorias da premiação, a maior da música. O trabalho do cantor em After Hours era a maior aposta de críticos e da mídia global, mas foi esnobado pela Recording Academy (academia de gravação). Ele era cotado para as categorias principais do Grammy, mas não conseguiu lugar nem nas secundárias.

“Quando Harvey Mason Jr., o presidente interino e CEO da Academia da Gravação, foi perguntado se estava surpreso de que The Weeknd não tenha recebido nenhuma indicação, ele falou à [agência] The Associated Press: ‘há muitas indicações e há só certa quantidade de vagas, é realmente duro prever em quem os membros votarão em qualquer ano. Eu tento não ficar muito surpreso’”, noticiou a CBS.

Grammy 2021: tudo sobre o anúncio dos indicados
(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

O cantor se pronunciou sobre ser ignorado pelos votantes do evento:

“O Grammy segue corrupto. Vocês devem a mim, aos meus fãs e à indústria transparência”, publicou ele, no Twitter, recebendo milhares de curtidas em poucos minutos”, escreveu The Weeknd em seu Twitter.

Mais tarde, os astro também revelou que planejava uma performance junto aos produtores do prêmio:

“Planejando colaborativamente uma performance por semanas para não ser convidado? Na minha opinião, zero indicações = você não está convidado”, twittou o cantor.

TMZ afirma que o cantor foi boicotado

Segundo o site TMZ, The Weeknd não recebeu nenhuma indicação ao Grammy Awards porque a produção da cerimônia havia pedido exclusividade em sua performance. O que acontece é que, uma semana depois o evento, The Weeknd vai se apresentar no Super Bowl, ou seja, sem dar exclusividade ao Grammy. Por conta disso, a Academia teria virado as costas para o trabalho dele no álbum “After Hours”.

(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)

O presidente interino e CEO da Academia, Harvey Mason Jr. nega a história“Nós entendemos que The Weeknd esteja desapontado por não ser indicado. Eu fiquei surpreso e tenho empatia com o que ele está sentindo. Seu trabalho foi excelente neste ano…”, disse Harvey.

“Nós ficamos encantados quando descobrimos que ele iria se apresentar no Super Bowl, e teríamos amado tê-lo também em uma performance no Grammy no fim de semana anterior… Para esclarecer, a votação de todas as categorias terminou antes da performance do The Weeknd no Super Bowl ser anunciada, então isso não afetou o processo de indicações de nenhuma maneira”, completou.

Racismo

Escrito por Douglas Françoza

“Ó Rita, eu perdoo a facada!”: Tierry participa do programa The Noite

A Fazenda 12: Jojo Todynho chora após desistir de prova por medo de altura