in ,

Billie Eilish protesta contra retrocesso do direito ao aborto em seu show no Glastonbury

A música “Your Power” foi dedicada à causa.

Foto: Getty Images

Billie Eilish fez história na noite de sexta-feira (24 de junho) quando, aos 20 anos, foi a atração principal mais nova do Glastonbury, o segundo festival à céu aberto do mundo, na Inglaterra. No entanto, nos Estados Unidos, aquele dia foi de retrocesso nos direitos humanos.

O que aconteceu foi que a suprema corte dos Estados Unidos acabou anulando o anteparo federal de proteção ao aborto, chamada de Roe v. Wade. Agora, cada estado deverá impor suas regras. É esperado que pelo menos metade do país torne o aborto ilegal.

Foto: Kate Green/Getty Images

Leia Mais:

É claro que Billie Eilish está insatisfeita com a situação

Durante o show, Billie não se segurou e tocou no assunto. Ela disse:

“Hoje é um dia realmente, realmente obscuro para as mulheres nos Estados Unidos. Só vou dizer isso porque não aguento mais pensar no assunto”, desabafou.

Com isso, ela dedicou a música “Your Power” para as mulheres que precisam de seus direitos para abortar. Afinal, a música fala de homens “poderosos” e usam isso para abusar de mulheres. Esses casos acontecem muito e a gravidez pode ser um reflexo desse terror.

Você me fez sentir como se a culpa fosse minha, você foi cruel / Perdeu seu encanto / Isso te mantém no controle? / Deixá-la em uma jaula / E você jura que não sabia / Disse que achava que ela tinha sua idade“, diz a letra, em livre tradução.

Assista ao vídeo da apresentação comovente:

Escrito por Caian Nunes

Atriz Giovanna Antonelli elogia trabalho de Jade Picon em novela

Atriz Giovanna Antonelli elogia trabalho de Jade Picon em novela

Luciana Gimenez é vítima de furto em Londres: "Sai gritando"

Luciana Gimenez é vítima de furto em Londres: “Sai gritando”