Taylor Swift registra 300 mil pré-saves de "Folklore" na China
in ,

Billboard elege os melhores álbuns de 2020

Redação da revista elaborou o seu tradicional ranking

As publicações especializadas em música estão trabalhando para divulgar as tradicionais listas e rankings de final de ano. Agora, foi a vez da equipe da Billboard revelar os seus 50 álbuns preferidos de 2020. Em um longo texto, o site reiterou que, apesar do ano exaustivo e triste, os artistas se reinventaram e souberam produzir trabalhos de excelência de forma transformadora e poderosa.

O ano na música foi errático, sem dúvida, cheio de atrasos, falsos inícios e cancelamentos definitivos. Mas os álbuns de 2020 que chegaram aos nossos serviços de streaming, às nossas coleções digitais e (eventualmente) aos nossos toca-discos muitas vezes se mostraram transportadores, catárticos e abençoadamente escapistas. – Billboard

Grammy 2020: entenda por que Lady Gaga ficou de fora de Álbum do Ano
(Fotos: Divulgação)

Destaques: 

Mais uma vez o “Folklore”, de Taylor Swift, foi eleito o melhor álbum do ano por uma publicação conceituada. A revista TIME e a Rolling Stone já haviam consagrado o projeto folk de Swift. Sobre o disco, a Billboard escreveu:

Com habilidade de escrita e talentos vocais aprimorados ao longo de sua década de estrelato e uma disposição contínua impressionante para evoluir, ela combinou o melhor de seus esforços anteriores em um trabalho que às vezes é um pouco country, mas sempre rock and roll alternativo.

O texto também lembra que o trabalho de Taylor em Folklore recebeu cinco indicações ao Grammy, incluindo “Álbum Of The Year”, além de ter conquistado números impressionantes nos charts, com 8 semanas a frente da Billboard 200.

Dua Lipa e sua trupe do Future Nostalgia tomaram conta do segundo lugar do ranking. O álbum da cantora britânica, lançado em março deste ano, encarou um ano de divulgação em plena pandemia mesmo sendo produzido para agitar as pistas de dança.

Talvez a maneira como o álbum criou seu próprio universo em constante expansão desde o lançamento em março – do álbum de remixes do “Club Future Nostalgia” de agosto ao polido show ao vivo “Studio 2054” em novembro – seja a prova de que ainda estaremos dançando com essas batidas pulsantes quando podem estar todos ombro a ombro em um clube mais uma vez. – Billboard 

O terceiro lugar foi reservado ao The Weeknd e o seu querido “After Hours”, que serviu ao mundo hits como “Blinding Lights” e “In Your Eyes”. A Billboard acredita que com o seu tom futurista e utilizando uma sonoridade mais próxima ao synth pop e do disco, o ídolo alcançou o equilíbrio perfeito em relação aos seus projetos anteriores.

O porto-riquenho Bad Bunny da prosseguimento a lista, ficando em quarto lugar com o seu “YHLQMDLG”, enquanto o “Chromatica”, de Lady Gaga fecha o Top 5 da revista. “Positions”, de Ariana Grande, ocupou o 11º lugar, uma posição a frente de Megan Thee Stallion. O aclamado “Ungodly Hour”, de Chloe x Halle, aparece em 17º.

Confira a lista completa de melhores álbuns do ano de acordo com a equipe da Billboard: 

1. Taylor Swift, Folklore

2. Dua Lipa, Future Nostalgia

3. The Weeknd, After Hours

4. Bad Bunny, YHLQMDLG

5. Lady Gaga, Chromatica

6. Lil Baby, My Turn

7. Fiona Apple, Fetch the Bolt Cutters

8. The Chicks, Gaslighter

9. Pop Smoke, Meet the Woo 2

10. Haim, Women in Music Pt. III

11. Ariana Grande, Positions

12. Megan Thee Stallion, Good News

13. Chris Stapleton, Starting Over

14. Run the Jewels, RTJ4

15. Phoebe Bridgers, Punisher

16. Mac Miller, Circles

17. Chloe x Halle, Ungodly Hour

18. Halsey, Manic

19. Machine Gun Kelly, Tickets to My Downfall

20. Rina Sawayama, Sawayama

21. Grimes, Miss Anthropocene

22. Selena Gomez, Rare

23. Lil Uzi Vert, Eternal Atake

24. J Balvin, Colores

25. Blackpink, The Album

26. Perfume Genius, Set My Heart on Fire Immediately

27. Tame Impala, The Slow Rush

28. Jessie Reyez, Before Love Came to Kill Us

29. The 1975, Notes on a Conditional Form

30. Jason Isbell, Reunions

31. Beabadoobee, Fake It Flowers

32. Kehlani, It Was Good Until It Wasn’t

33. BTS, Map of the Soul: 7

34. Bruce Springsteen, Letter to You

35. Junior H, Atrapado en un Sueño

36. Teyana Taylor, The Album

37. Flo Milli, Ho, why is you here?

38. Anuel AA, Emmanuel

39. Sam Smith, Love Goes

40. Caribou, Suddenly

41. Hayley Williams, Petals For Armor

42. Brandy, B7

43. Sam Hunt, Southside

44. Kany García, Mesa Para Dos

45. 21 Savage and Metro Boomin, Savage Mode II

46. Lucinda Williams, Good Souls Better Angels

47. Conan Gray, Kid Krow

48. Alejandro Fernández, Hecho en Mexico

49. Jay Electronica, A Written Testimony

50. DaBaby, Blame It on Baby

 

 

Escrito por Douglas Françoza

De novo visual, Gabi Martins grava DVD com participação de Matheus & Kauan, Jorge, Ferrugem e Tierry

Pixabay

Em expansão, Assessorias de Comunicação assumem destaque e estratégias multiplataforma