banner com link para rádio globo
Foto: Divulgação
in ,

Azealia Banks defende Anitta de acusações de uso de termo racista

Rapper lembrou que o que a brasileira fez, basicamente todo mundo faz e lucra em cima disso.

Todo mundo sabe que Azealia Banks fala o que pensa nas redes sociais e desde que voltou ao Twitter, a rapper tem dado o que falar. E dessa vez, ela resolveu defender Anitta de acusações de uso de termo racista na língua inglesa.

Azealia Banks Anitt
Foto: Divulgação

Leia mais:

Em seu Twitter, Azealia foi questionada sobre o que ela achava de Anitta ter usado o termo “n*gga”, considerado extremamente racista na língua inglesa, e a rapper defendeu a brasileira, questionando dos motivos de quererem puni-la enquanto tantos outros usam a mesma palavra e lucram em cima disso.

“Porque todo mundo está querendo puni-la por dizer isso quando demos a Tekashi 69 imenso sucesso por isso e completamente e convenientemente esquecemos que ‘Woman is the n*gger’ de John Lennon ainda existe. Os mesmos executivos brancos que não vão falar isso na sua cara estão mais do que felizes em lucrar com o cheque da palavra com N.

Além disso, a histeria da palavra com N é realmente cansativa. De todo jeito, estou desapontada com as tentativas redundantes, fracas e extremamente não convincentes da sociedade de cutucar essa ferida emocional em particular.

Além disso, nós seguimos esquecendo que a palavra é uma invenção deles. Eles a inventaram e toda domínio pertence a eles. A noção de que queremos ‘reivindicar’ a palavra é uma besteira da polícia do hip-hop dos anos 1990. Para mim, é apenas outro palavrão. Minha existência não é uma consequência ligada aos termos idiotas que pertencem à cultura branca.

‘A palavra com N’ não é cultura negra da mesma forma que Frango General Tso não é considerado cozinha tradicional chinesa. Pra falar a verdade, eu não acho que vi uma pessoa de ascendência chinesa comer um pedaço de frango ao molho de laranja.”

Vale lembrar que a acusação sobre Anitta ter usado a “palavra com N” tem sido feita de forma maliciosa. O termo foi falado sim pela cantora, mas durante uma live onde ela falava sobre racismo, de forma a tentar se educar mais e educar seus fãs sobre o assunto. A palavra foi falada por Anitta como exemplo de termos racistas que são proibidos em outras línguas, em relação aos termos ainda liberados no português.

Escrito por Kavad Medeiros

Festa de ex-BBB causa confusão com Cauã Reymond e polícia

Veja o trailer oficial de “Avatar 2”