in

Ariana Grande coloca 9 músicas do “Sweetener” na parada dos EUA; veja as novas estreias

A parada de singles dos Estados Unidos foi atualizada na íntegra nesta terça-feira (28/8) e a gente pode ver mais Ariana na Hot 100 fora as duas músicas previamente anunciadas entre as 10 mais ouvidas/vendidas.

Além de “No Tears Left to Cry” e “God Is a Woman”, que registraram crescimento na semana pós-VMA e entraram no Top 10, outras seis faixas do álbum “Sweetener” fizeram sua estreia. “The Light Is Coming” fecha as novidades do novo disco da cantora ao reestrear no ranking. Confira as faixas e suas colocações atuais:

#07 No Tears Left to Cry (12-7)
#08 God Is a Woman (30-8)
#22 Breathin (estreia)
#55 Sweetener (estreia)
#62 Everytime (estreia)
#72 R.E.M (estreia)
#87 Goodnight N Go (estreia)
#89 The Light Is Coming (reentrada)
#99 Pete Davidson (estreia)

Ariana não é a única estreia da Hot 100 liderada novamente por “In My Feelings”, do Drake. Depois de “Breathin”, a melhor estreia da semana, aparece pela primeira vez na Hot 100 a nova música do DJ Marshmello. “Happier”, com a banda Bastille, estreou em 63º. “Promises”, do DJ Calvin Harris com Sam Smith, também debutou no ranking em 65º. O The Chainsmokers e Emily Warren retornaram com “Side Effects” em 81º, Cardi B e Khelani também estão de volta com “Ring” em 85º enquanto Janet Jackson estreou “Made For Now”, sua colaboração com Daddy Yankee, em 88º.

Outros destaques: o 5 Seconds of Summer entrou no Top 15 na 15ª colocação com “Youngblood”; “Back to You”, da Selena Gomez, voltou a crescer chegando à 23ª colocação; Bebe Rexha também registrou aumento em “I’m A Mess” agora em 45º; assim como “Solo”, do Clean Bandit com Demi Lovato, que passou de 62º para 59º; e “Cry Pretty”, da Carrie Underwood, que subiu de 92º para 84º.

Você confere toda a nova Hot 100 aqui.

Escrito por Amanda Faia

RL ENTREVISTA: Titãs fala sobre a ópera-rock “Doze Flores Amarelas” e reafirma seu pioneirismo na música nacional

“Rockabye Baby!”: álbum de ninar com versões de Lady Gaga já tem data de estreia