in

Após morte por suposta overdose, polícia não acha vestígios de uso de drogas na casa de Mac Miller

A morte de Mac Miller foi noticiada na última sexta-feira (07) e a primeira hipótese da causa foi overdose, já que seu problema com drogas já era de conhecimento público. No entanto, o caso está um tanto quanto misterioso, já que a polícia fez uma perícia na sua casa, local da morte, e não encontrou vestígios do uso excessivo de substâncias ilícitas, como informa o TMZ.

O investigadores acreditam que a casa pode ter passado por uma “limpeza” em algum momento antes disso. Tudo o que eles acharam foi uma pequena quantidade de pó branco, algo muito ínfimo para servir de pista. Isso torna algo muito estranho, já que alguém que consumiu tanta drogas não seria capaz de esconder frascos e parafernálias usadas.

Será que alguém tentou “mascarar” as evidências? Não dá pra confirmar, mas é curioso observar que pessoas foram vistas na casa de Mac Miller na noite de quinta-feira, mas o próprio Mac Miller não foi visto vivo desde então, como informa relatório policial. A declaração da morte foi no meio da sexta-feira.

Sem evidência por meio das investigações, especialistas do condado estão responsáveis por determinar a causa de Mac Miller por exames toxicológicos.

“Malcolm McCormick, conhecido e adorado pelos fãs como Mac Miller, faleceu tragicamente aos 26 anos de idade. Ele era uma luz brilhante neste mundo para sua família, amigos e fãs. Obrigado por suas orações. Por favor, respeitem nossos privacidade. Não há mais detalhes sobre a causa de sua morte neste momento”, escreveu a família do rapper em comunicado.

Escrito por Caian Nunes

“Só Toca Top”: Veja performances de Jerry Smith, Jota Quest e inédita de MC Kekel e Luan Santana

Léo Santana confirma música com Anitta: “Espero que seja a musica do carnaval”