in

Após acusações, amigo de Mac Miller confirma que Ariana Grande foi “incrível” durante luta pela sobriedade

Na quinta-feira (6/9) morreu o rapper Mac Miller por uma suposta overdose. Ele foi namorado de Ariana Grande desde 2016, até terminarem publicamente em maio deste ano. Com a notícia da triste morte, muitas pessoas culparam a cantora e ex-namorada por, de alguma forma, ter alguma culpa na situação crítica que ele ficou. Tantos comentários negativos fizeram com que ela desativasse seus comentários no Instagram.

Contrariando esse tipo de pensamento, Shane Powers, um dos amigos mais próximos de Mac Miller, afirmou eu sem podcast que Ariana Grande foi “incrível” ao ajudá-lo na luta contra as drogas. Seu objetivo era assegurar as seus ouvintes que soubessem “nada além da verdade”, de acordo com TMZ.

Shane confirmou que Ariana estava constantemente chamando e perguntando o que ela poderia fazer em seguida para ajudar na continuidade para a recuperação. Ele ainda disse que ela “poderia fazer qualquer coisa”, não importa o custo. Portanto, qualquer comentário diferente disso, falta com a verdade e a justiça.

Ariana Grande se manteve privada após a morte de seu ex-namorado, publicando apenas uma foto como homenagem.

“Eu o respeito e o adoro infinitamente e sou grata por tê-lo na minha vida da maneira que seja, independente de como nossa relação mude e do que o universo reserva para cada um de nós”, Ariana disse quando anunciou o término, “eu me preocupei com ele, tentei apoiar a sobriedade dele e rezei pelo balanço dele por anos (e sempre irei, claro) (…). É claro que eu não compartilhei o quão difícil e assustador isso foi enquanto estava acontecendo, mas foi. Eu continuarei rezando do fundo do meu coração para que ele se resolva”, escreveu Ariana ao anunciar o término com Mac Miller.

Escrito por Caian Nunes

“Favela”: Coreógrafo de Justin Bieber faz dança com música de Alok e Ina Wroldsen

Cardi B cita Madonna e Lady Gaga como seus ícones da moda