(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
in ,

Anitta se posiciona contra política anti-LGBTQIAP+ no Catar

Pelas redes sociais, a cantora decidiu comentar a forma como as pessoas da comunidade são tratadas no país da Copa do Mundo de 2022

Nesta sexta-feira (17), Anitta se posicionou sobre a política anti-LGBTQIAP+ que existem no Catar. O país, que será sede da Copa do Mundo de 2022, foi exposto pelas redes sociais com imagens de cartazes preconceituosos. A cantora, então, criticou a decisão e, além disso, falou sobre o direito das mulheres no país.

Pai de Anitta recebe alta de hospital após AVC e cirurgia para retirar câncer

Anitta comenta políticas anti-LGBTQIAP+
Foto: NBC Universal / Weiss Eubanks

LEIA MAIS:

Em suas redes sociais, a cantora criticou as políticas adotadas pelo país. “O povo comentando ‘respeita a cultura dos outros’, mas que cultura gente? Discriminar os outros é parte de cultura agora? ‘Na minha cultura gente gay tem que se curar ou morrer'”, questionou.

“Hmm, maneiro hein? Respeito sua cultura se você respeitar minha sexualidade“, acrescentou.

Em seguida, Anitta também comentou sobre os direitos das mulheres no Catar. Segundo a cantora, o país não permite que as pessoas do gênero feminino realizem diversas ações. “Aliás, para as mulheres que estão comentando ‘respeita a cultura, respeita a família’, lá mulher não pode entrar no estádio, ok? O marido vai ver os jogos e a mulher fica guardadinha, apontou.

Por fim, a cantora reforçou que as pessoas não devem defender a atitude do pais. “Então, o comentário: ‘não gostou, fica no Brasil’ serve para as mulheres também, que se forem não vão poder ver um joguinho de futebol, encerrou.

 

Curtiu esta matéria? Leia mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Kaique Corrêa

É o Tchan, Claudia Leitte e Alinne Rosa vão movimentar o terceiro dia de Micareta São Paulo

Disney+ e Star+ celebram o aniversário de Paul McCartney