in

Amazon Music lança documentário “Cantautoras” em parceria com a UBC

O projeto traz nomes como Adriana Calcanhotto, Marisa Monte, Sandra de Sá, Marina Lima e mais.

Foto: Divulgação

O Amazon Music lançou o trailer do minidocumentário Amazon Original Cantautoras – coproduzido com a União Brasileira de Compositores (UBC) – que celebra o percurso das mulheres compositoras no Brasil. Dividido em três partes, o projeto traz grandes nomes como Adriana Calcanhotto, Marisa Monte, Vanessa da Mata, Marina Lima, Ana Carolina, Paula Toller, Sandra de Sá, Fernanda Abreu e mais. O primeiro episódio do filme já está disponível no app do serviço de streaming.

“É importante elevar e celebrar o imenso talento das mulheres na indústria da música, e destacar suas realizações. O minidocumentário produzido com a UBC, apresenta algumas dessas talentosas cantoras e compositoras brasileiras, enquanto discutem os desafios que enfrentam trabalhando em um ambiente dominado por homens. Esperamos que o filme ajude seus fãs a apreciar ainda mais seu talento, determinação e trabalho duro”, comenta Bruno Vieira, Head do Amazon Music no Brasil.

Bruno Vieira, Head do Amazon Music no Brasil | Foto: Divulgação

O minidocumentário integra o projeto “Poder Feminino”, uma iniciativa Amazon Music, que traz ainda novas playlists, lives e outras novidades para celebrar a mulher na música. Todo o conteúdo pode ser acessado por meio de um botão exclusivo na página principal do aplicativo do Amazon Music.

Mulher no ecossistema da música

Um recente relatório divulgado pela UBC, revelou que mulheres receberam somente 9% do total distribuído em direitos autoraisAo comentar sobre o espaço para as mulheres na indústria musical, sobretudo em cargos de liderança, em entrevista ao POPline.Biz é Mundo da Música, a Diretora da UBC Paula Lima revelou como ela enxerga que o ecossistema musical tem avançado nesses últimos anos em busca de um cenário de equidade no setor.

“Vejo mulheres inspiradoras em posição de destaque na indústria, apesar dos números mostrarem que ainda há muito a avançar. Tanto na indústria fonográfica quanto fora dela, os números trazem um reflexo de toda uma sociedade. Mas estamos avançando. E é preciso ter esse olhar otimista em relação às conquistas, que são relevantes”, revela.

Paula Lima | Foto: Divulgação

Para ela, fazer parte da UBC, como diretora vogal, com a gestão que Marcelo Castello Branco, tem sido especial. “Marcelo é extremamente dedicado à música e a quem faz parte dela, com atenção especial sobre a presença feminina. Ele representa o que se espera de um líder, diversidade e inclusão para que tenhamos novas visões e narrativas essenciais sobre as realidades totais e paralelas. Isso é fundamental e significativo. A mudança positiva inclusive ocorre dentro da própria instituição, onde mais da metade dos funcionários são mulheres, incluindo 12 gerentes mulheres no âmbito nacional”, destaca a artista e executiva.

“Pessoas que acreditam em outras, que acreditam em pautas e causas essenciais, que buscam outras para serem espelhos de outras, que medem de forma justa a qualidade e expertise, são as que realmente podem transformar e somar para que tenhamos um lugar mais justo e bom pra todos. Fico feliz e honrada por fazer parte dessa história representando mulheres semelhantes a mim. E desejo que isso sempre se multiplique”, finaliza.

Cantautoras

O minidocumentário produzido pela Amazon Music relembra e homenageia artistas que ficaram na memória, marcaram época e histórias e conquistaram espaço na música, com nomes de peso da MPB, como Marina Lima e Sandra de Sá.

O primeiro episódio já está disponível, no aplicativo e no canal do Youtube do Amazon Music. Já o segundo e o terceiro episódios serão lançados em 29 de março e 5 de abril, respectivamente, no aplicativo do serviço de streaming de música e no canal do Youtube da UBC. Cada episódio varia entre 15 a 25 minutos.

Marcelo Castello Branco, diretor-executivo da UBC, fala sobre a importância de projetos como o Cantauturas na busca pela inclusão da mulher e diversidade na indústria da música. “O projeto é um desdobramento de nossas iniciativas como a pesquisa anual ‘Por elas que fazem a música’. É um braço audiovisual deste compromisso por mais inclusão e diversidade. É um olhar concreto por esta busca que vemos como vital, levantar esta discussão é um de nossos papéis”.

“Vejo com muito otimismo esta nova geração de mulheres criadoras deste novo tempo e é fundamental inserir uma realidade histórica e contemporânea neste movimento. Agradeço ao Jorge Davidson e a Amazon Music pela parceria que, tenho certeza , ainda nos dará muitos outros frutos“, destaca Marcelo.

Paula também revelou que, para ela, o projeto está emocionante, inspirador e fortalecedor. “Entender a visão e ouvir a trajetória de muitas cantautoras, contada através da narrativa espontânea, inteligente e envolvente dessas mulheres que fazem parte da história da música brasileira é surpreendente”.

E completa: “É bonito de se ver também o reconhecimento de umas às outras, assim como o reconhecimento pela relevância delas nesse cenário que o documentário traz.  O documentário traz a história de mulheres incríveis que ultrapassaram inúmeros obstáculos, pela questão do gênero, que mudaram a música popular brasileira e se tornaram fundamentais”.

Escrito por Rafa Ventura

“Genshin Impact” anuncia dois novos personagens: Yelan e Kuki Shinobu

Natália alfineta Jessi e Lina no BBB22: “Deixada para trás”