Álbum da DAY tem influência do POPline - entenda o porquê!
(Foto: Divulgação)
in ,

Álbum da DAY tem influência do POPline – entenda o porquê!

Conheça o álbum da DAY, “Bem-Vindo ao Clube”.

Música pop, pop punk, punk rock, rock, emocore, trap e rap se misturam no álbum de estreia da cantora DAY, uma das revelações do “The Voice Brasil”. Intitulado “Bem-Vindo ao Clube”, o disco traz 12 faixas – nove inéditas – e já está em todas as plataformas digitais. Uma curiosidade: a obra tem uma pequena influência do POPline.

Uma das músicas, “Isso Não É Amor”, traz participação de Lucas Silveira, da banda Fresno. Eles se conheceram no Rio POPline Festival, realizado no início de 2020.

“Foi uma coisa tão orgânica. A gente se conheceu nos bastidores do festival do POPline e combinou de fazer uma música. Como conversa de bastidor, eu sempre acho que vai ficar para depois e nunca mais. Mas estava torcendo, porque seria muito massa. Mas a gente fez acontecer. Teve uma primeira tentativa, e a gente achou a música muito feliz. A gente fez uma segunda e saiu essa, que é uma das mais impactantes do disco, por ser ele e ter trap. Acho que as pessoas não esperavam que a parceria com ele tivesse trap. Eu tenho o Lucas Silveira no meu disco! Muito representativo! É um carimbo emo!”, DAY conta ao POPline.

Ouça “Bem-Vindo ao Clube”:

Junto com o álbum, saiu também o clipe de “Clube dos Sonhos Frustrados” – com temática escolar. Veja:

É para ouvir as músicas na ordem!

O álbum conta uma história, e DAY pede que os fãs ouçam as músicas na ordem para terem a melhor experiência possível. “A única coisa que queria pedir encarecidamente é que escutem na ordem: tem um prefácio, uma introdução, um epílogo, um final não necessariamente feliz, mas um final (risos)”, diz em entrevista ao POPline.

“Consumir na ordem vai ser uma experiência legal de amadurecimento junto com a personagem, com o eu-lírico”, completa.

“Bem-vindo ao Clube”: o que esperar do álbum da DAY
(Foto: Divulgação)

Realização de um sonho

O álbum é uma realização pessoal, artística e profissional para DAY. Ela sempre sonhou com a obra completa. “Esse álbum é minha proposta de vida. Eu romantizo muito as coisas, mas eu preciso colocar sentido em tintim por tintim, e eu sempre sonhei em lançar um disco”, diz a cantora, que assina a composição de todas as canções.

“Tenho orgulho de faixa por faixa. Não há nada que eu mudaria. Significa um alívio que não sei nem explicar, mas ao mesmo tempo a vontade que eu tô das pessoas se conectarem com o disco é muito grande. Por isso falo que é minha proposta de vida. Não quero que toque só a mim. Quero que mude a vida das outras pessoas também. Acho que é acessível para isso. É um desejo ousado, mas é o que significa para mim”

Foto: Divulgação

Escrito por Leonardo Torres

MC Carol rebate comentário racista com vídeo

Gloria Groove e Bivolt estão juntas em “Pimenta”