Foto: @luisamell captura
in ,

Abalada, Luísa Mell desabafa sobre violência médica: “Não quero viver assim”

Ativista foi submetida a uma lipoaspiração sem a sua autorização

[ ALERTA GATILHO: SUICÍDIO, VIOLÊNCIA MÉDICA] Nesta segunda-feira (27), em uma live em suas redes sociais, a ativista Luísa Mell foi aos prantos ao falar da violência médica que relata ter sofrido. Visivelmente abalada, ela falou sobre a dificuldade de superar as consequências psicológicas depois de ter sido submetida a uma lipoaspiração sem a sua autorização.

Luisa Mell revela: “Anitta me ofereceu até uma casa quando eu estava em um momento complicado”

“Nunca mais vai ser daquele jeito. Nunca mais eu pude usar meu armário, as minhas roupas porque ele achou que eu tinha muita gordura baseado no conceito estético sei lá de quem… Não é justo isso, gente… Não é possível. Fora que ele machucou todo meu pescoço, depois eu vou mostrar pra vocês. Ele deixou marcas”, disse a ativista pelo direito dos animais.

 Leia mais: 

Abalada, Luísa Mell desabafa sobre violência médica: "Não quero viver assim"
Foto: @luisamell Instagram

Em seguida, ela continuou: “Desculpa, eu precisava falar pra vocês porque eu só penso em morrer nos últimos tempos, mas eu tenho meu filho, eu tenho meus bichos. Não quero viver assim. Esse post é justamente para que ninguém passe na vida por isso“, finalizou.

Luísa terminou o seu casamento de 10 anos com o empresário Gilberto Zaborowsky em junho deste ano. Ele teria permitido que fosse feito um procedimento estético na ativista sem que ela autorizasse.

De acordo com Léo Dias, Mell teria ido à uma clínica fazer um simples procedimento, pouco invasivo, mas, sedada, foi submetida a uma lipoaspiração – cirurgia para a retirada de gordura – nas axilas. O médico justificou o procedimento dizendo que o marido de Luisa havia autorizado.

 

Escrito por Douglas Françoza

Estudo revela os 25 álbuns mais ouvidos no transporte

Amazon Games libera detalhes do lançamento de New World