in

10 curiosidades sobre a lista de indicados ao Grammy 2019

O anúncio dos indicados ao Grammy 2019 deixou muita gente feliz, como Dua Lipa e Bebe Rexha, que choraram de emoção, e muita gente triste, como os fãs de Taylor Swift, que recebeu só uma indicação. Mas a verdade é que a Academia cumpriu o primeiro passo de sua promessa de uma cerimônia que prezasse pela diversidade – de gênero, de etnia e até nacionalidade. Isso resultadou em muitas curiosidades entre os nomeados. Confira!

1. SOPHIE é a primeira mulher trans indicada ao Grammy. Ela concorre na categoria melhor álbum dance/eletrônico (“Oil of Every Pearl’s Un-Insides”). Apesar da nomeação tardia, ela tem longa carreira e já escreveu e produziu canções para Madonna, Charli XCX, Cashmere Cat e MØ.

2. Na categoria Melhor Clipe, todos os indicados são artistas negros: The Carters (“APES**T”), Childish Gambino (“This Is America”), Joyner Lucas (“I’m Not Racist”), Janelle Monáe (“Pynk”) e Tierra Whack (“Mumbo Jumbo”).

3. É a primeira vez que Christina Aguilera concorre fora do segmento pop ou de trilha sonora. A cantora conquistou uma indicação em melhor performance de rap por sua música “Like I Do”, com participação do rapper Goldlink.

4. The Carters (Beyoncé e Jay Z) podem ganhar um Grammy com uma música falando mal do Grammy. “APES**T”, que concorre em Melhor Clipe, diz: “Tell the Grammy’s fuck that 0 for 8 shit” (mande o Grammy se fod** com essa bosta de zero [vitórias] para oito [indicações]” – referência ao que aconteceu com Jay Z no ano passado.

5. É a primeira vez que Drake concorre simultaneamente nas três categorias principais da premiação – álbum do ano (“Scorpion”), música do ano (“God’s Plan”) e gravação do ano (“God’s Plan”). O reconhecimento vem exatamente um ano depois do artista boicotar o Grammy e não submeter o projeto “More Life” à avaliação da Academia. Ele havia ficado muito chateado com o tratamento concedido à “Hotline Bling”, vencedora do Grammy de melhor música de rap e melhor performance de rap. “Mesmo que ‘Hotline Bling’ não seja uma música de rap, a única categoria que eles conseguem me encaixar é em uma categoria de rap. Talvez porque eu tenha feito rap no passado ou porque eu sou negro, eu não consigo descobrir o porquê”, declarou. A Academia, então, reviu sua postura.

6. É a primeira vez em 17 anos que o Backstreet Boys é nomeado ao Grammy. O grupo, que nunca ganhou nada na premiação, concorre ao troféu de melhor performance pop de grupo ou dupla por “Don’t Go Breaking My Heart”. A última vez havia sido em 2002 na mesma categoria por “Shape Of My Heart”.

7. Mac Miller recebeu uma indicação póstuma por seu trabalho em “Swimming”, que concorre em melhor álbum de rap. Em vida, o rapper nunca havia sido reconhecido pelo Grmamy.

8. Kelly Clarkson pode quebrar o recorde de maior vencedora da categoria Melhor Álbum Pop Vocal. Atualmente, ela está empatada com Adele – cada uma com duas vitórias. Kelly concorre ao terceiro troféu com “Meaning of Life”.

9. O recorde de maior número de vitórias em uma única noite seguirá intacto com Michael Jackson e Santana em 2019. O Rei do Pop recebeu oito troféus de uma vez em 1984 e Santana oito troféus no ano 2000. Kendrick Lamar é o artista mais indicado do Grammy 2019, mas não oferece risco ao recorde. Ele recebeu oito indicações, mas duas são na mesma categoria, o que significa que mesmo que vença todas, teria sete vitórias no fim da noite.

10. A capa do álbum “Love Yourself: Tear” recebeu uma indicação ao Grammy. É a primeira vez que o nome do grupo aparece na lista de nomeados. Segundo a Billboard, isso significa um grande momento de inclusão e apreciação pelos novos artistas da Coreia do Sul, representando um passo importante em reconhecimento pelos tradicionais membros da Academia.

Escrito por Leonardo Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Teleguiado”: Ivete Sangalo mostra primeiro clipe do “Live Experience”

Revelada participação de hitmaker no álbum de Normani