Revista americana lista álbuns e singles mais injustiçados do Grammy 2017
Em 07/12/16 às 14:31 Por: Leonardo Torres | Grammy 2017, Yeah! Notícias

Sentiu falta de alguns nomes na lista de indicados ao Grammy 2017? Muita gente, sim. A revista Entertainment Weekly, dos Estados Unidos, publicou uma matéria em seu site, apontando quais foram os trabalhos mais injustiçados na seleção feita pela Academia. Entre eles, “Can’t Stop the Feeling!”, single de Justin Timberlake, e “ANTI”, álbum da Rihanna.

Para a publicação, a faixa lançada por Justin merecia indicações a música do ano (composição) e gravação do ano. Mas só conseguiu nomeação para “música escrita para mídia visual” – por ser tema do filme de animação “Trolls”.

Sobre “ANTI”, a EW escreveu que, já que Rihanna foi escolhida para concorrer em oito categorias da premiação, com “Work”, “Needed Me”, “Kiss It Better” e até “Famous”, não faz sentido ficar de fora da lista de álbum do ano. Com tantas músicas consideradas pela Academia, o que faltou para conseguir lugar na categoria principal?

“Work From Home”, de Fifth Harmony, “Hotline Bling”, de Drake, “Into You”, de Ariana Grande e “Daddy Lessons”, de Frank Ocean, são outras faixas apontadas pela EW como merecedoras de destaque no Grammy. Quanto aos álbuns, o mais ignorado é “Revival”, de Selena Gomez: “o novo som dela superou as expectativas do mundo quanto à uma ex-estrela mirim. Mas a Academia a deixou de fora da lista, inteiramente, quando ela merecia nomeações a categorias coo melhor performance pop solo e melhor álbum pop vocal”, diz a revista.

COMENTÁRIOS


Relacionados Recentes

Álbum contém músicas de Beyoncé, Sia, Adele, Ariana Grande, Demi Lovato e Kelly Clarkson.
ShopLine