in ,

Xuxa promete doar renda de livro infantil LGBTQIA+ para ONG evangélica

Xuxa Meneghel revelou à coluna de Léo Dias no site Metrópoles que pretende doar toda a renda arrecada com seu livro infantil de temática LGBTQIA+ para caridade. Parte do dinheiro irá para a ONG evangélica Aldeia Nissi, que cuida de crianças, adolescentes e idosos, e outra parte irá para santuários brasileiros que resgatam animais machucados.

Xuxa promete doar renda de livro infantil LGBTQIA+ para ONG evangélica
(Foto: Blad Meneghel)

“Ganhei um adiantamento ontem e já vou repassar 50% para a Aldeia Nissi e 50% para os santuários do Brasil. Se Deus quiser, vai vender muito e eles vão ganhar muito! Tô feliz com essa possibilidade de ajudar. E esse povo quer atrapalhar … mas NÃO VAI!”, diz a apresentadora.

O livro causou polêmica antes mesmo de ser lançado. A data de publicação ainda não foi revelada. Segundo Xuxa, o livro trata de amor e conta a história de um anjo que pede a Deus para vir à Terra mas faz muitas exigências sobre os pais. Deus, então, envia a criança para os braços de um casal do mesmo sexo.

Controvérsia política envolvendo o livro

A presidente da Comissão dos Direitos da Criança, Adolescente e Idoso na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Rosane Felix (PSD) se manifestou publicamente contra o livro da Xuxa – sem lê-lo. A deputa estadual disse o seguinte:

“Para ensinar o amor e o respeito ao próximo não precisa escrever livro LGBT. Isso se aprende com boas maneiras dentro de casa e na escola. Já não basta a pedofilia, a exploração sexual infantil e agora isso? Deixem as nossas crianças em paz!” – Rosane Felix.

Xuxa promete doar renda de livro infantil LGBTQIA+ para ONG evangélica
(Foto: Blad Meneghel)

O vereador Fred Mota (Republicanos), de Manaus, também veio a público criticar a iniciativa da rainha dos baixinhos. “Não podemos deixar que nossas crianças sejam doutrinadas dessa forma. Deixo registrado o meu repúdio contra qualquer tipo de afronta aos nossos pequenos!“, declarou.

Segundo Xuxa, o objetivo do livro é eliminar a culpa e o constrangimento por causa da sexualidade das pessaoas. Em entrevista a Otaviano Costa, ela explicou:

“Fiz esse livro pensando em tudo o que a gente está passando, tanto preconceito, tanta discriminação, tanta gente julgando as pessoas pelas suas escolhas, condições ou vontades. Aí eu tentei colocar de maneira lúdica, bonita, para que as crianças possam entender que o amor é mais importante do que qualquer coisa”

Escrito por Leonardo Torres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mãe de Nego do Borel vende marmitas após cantor não aprovar seu romance com motoboy. Foto: Divulgação

Nego do Borel nega que mãe esteja vendendo quentinhas para sobreviver

Anitta conquista Itália e emplaca single no Top 10 do país