in

Xanddy sobre Carnaval nos EUA: ‘só fiz juntar a fome com a vontade de comer’

Xanddy revelou ao POPline Biz detalhes sobre seu projeto “We Are Carnaval”; Claudia Leitte é a primeira artista a levar um trio elétrico aos EUA

Xanddy sobre Carnaval nos EUA só fiz juntar a fome com a vontade de comer
Xanddy fala sobre projeto "We Are Carnaval" nos Estados Unidos e o crescimento da iniciativa. Foto: Raquel Canejo/AgNews

Com quase 30 anos de carreira, Xanddy Harmonia, vocalista do grupo Harmonia do Samba possui cases de sucesso que vão além da sua carreira como cantor da banda. Recentemente, o lado empresarial ganhou ainda mais força ao promover mais uma edição de um típico Carnaval nos Estados Unidos. Xanndy investiu e proporcionou apresentações de artistas como Claudia Leitte, Saulo, Péricles e Tomate em um evento chamado “We Are Carnaval” que aconteceu em março deste ano com ingressos esgotados.

Leia Mais:

Durante o Fortal 2022, Xanddy explicou ao POPline.Biz é Mundo da Música mais detalhes sobre o seu olhar empresarial e como ele viu nos Estados Unidos um espaço ideal para projetar, ainda mais, os artistas brasileiros.

“Desde quando eu fiquei um pouco mais lá [nos Estados Unidos] eu senti uma grande falta de um Carnaval lá. Não tem, até já teve em outros momentos, mas, já faz muitos anos. E eu senti que o povo sentia muito essa falta! E como a gente tem o nosso recesso de Carnaval aqui no Brasil em março, grande parte dos nossos artistas vão para os Estados Unidos. Então, eu só fiz juntar a fome com a vontade de comer!”, disse Xanddy.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por (@xanddy)

De acordo com Xanddy, o processo em si foi muito natural, a partir de um movimento comum que os artistas fazem após a agenda intensa de apresentações durante o Carnaval no Brasil.

“Esses amigos já vem para cá! Então, eu vou buscar uma maneira de oficializar isso de uma maneira que eles venham, tenham o tempo deles de diversão, que eles curtam, mas, que a gente faça um Carnaval aqui. Conversei com todos eles desde o primeiro, que foi Léo Santana, Xand Avião, Claudia Leitte e eles amam! Porque a gente fica em uma atmosfera de lazer mesmo, e a gente sai ali, no final de semana, e inclusive fica todo mundo juntinho a gente se confraterniza, é muito agradável!”, diz Xanddy.

O artista e empresário destaca que o projeto está crescendo a cada nova edição, que possuiu ingressos esgotados.

“A iniciativa tá tomando um tamanho muito legal e o povo lá que tem ido ao ‘We are Carnaval’ fica cada vez mais feliz! Esse ano mesmo, o que eu escuto, o que as pessoas me falam… porque tem muita gente lá há anos sem sair, então, o que é proporcionado para eles, esse encontro, o formato que é tudo mundo junto, às vezes ao mesmo tempo no palco, é uma alegria e energia muito diferente!”, afirma o artista e empresário.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por We Are Carnaval (@wearecarnavalofficial)

Carnaval nos Eua: viabilidade dos trios e pioneirismo de Claudia Leitte

Questionado pelo jornalista Rafael Godinho da QUEM sobre a viabilidade dos trios nos Estados Unidos, já que as regras são diferentes das que são aplicadas no Brasil, Xanndy respondeu:

“Lá tem várias regras para trio elétrico e a Claudia já levou um trio para lá, mas, ainda não executou! Coisas burocráticas dos Estados Unidos, mas, com fé em Deus vai dar certo e logo mais teremos trios por lá!”, finaliza.

A cantora e compositora que completa 20 anos de carreira neste ano, Claudia Leitte também esteve no Fortal 2022 e trouxe mais detalhes da sua empreitada. A artista revelou que levar um trio elétrico aos Estados Unidos foi um processo longo e que enviou neste ano o primeiro trio elétrico ao país por meio de um navio.

Claudia Leitte no Fortal 2022
Claudia Leitte no Fortal 2022. Foto: Nara Fassi / Divulgação

“Faz parte das comemorações dos meus 20 anos, e eu já contei aos meus fãs que já está lá [o trio elétrico]! Foi louco, porque foi no meio da pandemia que tudo aconteceu: deslocamento, tudo novo, mas, eu estou há bastante tempo estudando uma maneira de levar a minha fonte de energia que é o trio elétrico! Pra fazer o que eu acho que não tem lá nos Estados Unidos: essa vibe aqui, nossa, brasileira, que é muito rica! Pra gente é muito fácil fazer, mas é tão especial, que acho que o mundo todo merece conhecer”, celebra a artista.

De acordo com Claudia, o processo em si envolveu muito estudo e esclarecimentos aos americanos que ainda não compreendiam a complexidade por trás de um trio elétrico.

“Foi muito difícil! O processo ia ser mais demorado. Então, o que eu fiz? Construí o trio aqui, o primeiro, que meu objetivo era levar um e depois multiplicar com a graça do Senhor! Mas, o primeiro eu levei pronto! Os meus técnicos, minha galera que trabalha com som… é uma infraestrutura muito complicada, não é simples! ‘Ah, o caminhão’, para eles era ‘o caminhão’ e não é! E levei de navio, chegou em janeiro deste ano, estou muito ansiosa com isso, meu olho tá brilhando já!”, finaliza a artista.

Escrito por Láisa Naiane

Christina Aguilera confirma performance no Grammy Latino e álbum em inglês

Brincando com Fogo Brasil: 2ª temporada ganha data! Conheça os participantes