banner com link para rádio globo
Foto: Arte POPline.Biz
in

Warner, Sony e Universal Music anunciam sanções a Rússia e apoio a ucranianos

A iniciativa vem em consonância com o posicionamento de grandes empresas globais como Google, Spotify e Live Nation

Em consonância com o posicionamento de grandes empresas globais como o Google, Mastercard, Visa, Samsung, Apple, Coca Cola, McDonalds, Live Nation e o próprio Spotify, as principais majors da música também se manifestaram contra a invasão da Rússia na Ucrânia e anunciaram sanções. A Universal Music, por exemplo, suspendeu todas as operações na Rússia e fechou seu escritório, a Warner Music e a Sony Music destacaram suas doações para os ucranianos.

Leia mais:

A Universal Music anunciou nesta terça-feira (8) que suspendeu todas as operações na Rússia e fechou seus escritórios no país. A medida ocorreu quando a invasão da Ucrânia pela Rússia entrava em seu 13º dia. De acordo com o Music Business Worldwide, nas últimas duas semanas, mais de 200 empresas multinacionais boicotaram o mercado russo em protesto contra sua ação militar na Ucrânia.

O grupo também divulgou que fez doações para organizações humanitárias que trabalham na Ucrânia. O comunicado dizia: “Estamos com nossos parceiros que estão no terreno, entregando ajuda humanitária urgente aos refugiados ucranianos”. Segundo a empresa, além do apoio institucional, os seus funcionários também estão apoiando a causa e concentrando as doações em três organizações: CARE, World Central Kitchen e Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Foto: Reprodução

Sony e Warner se posicionam fazendo doações para ucranianos

Ainda de acordo com o Music Business Worldwide (MBW), a equipe de liderança do Warner Music Group emitiu um e-mail interno para funcionários em todo o mundo, revelando que a empresa está equiparando as doações de funcionários para a Cruz Vermelha.

“Além de nosso trabalho com o CICV, fizemos doações para a Ação Humanitária Polonesa e o Project Hope, que estão fornecendo medicamentos, alimentos e outros itens básicos aos refugiados, enquanto protegem a segurança e a dignidade das pessoas deslocadas”, continuou o memorando obtido pela MBW e assinado por executivos seniores da Warner, como Steve Cooper , Max Lousada , Maurice Stinnett, Masha Osherova, Guy Moot e Carianne Marshall.

Acrescentou: “Também estamos trabalhando para fornecer suprimentos e recursos à nossa equipe polonesa em Varsóvia. Nossos colegas estão entre aqueles que ajudam a abrigar e apoiar refugiados ucranianos que conseguiram cruzar a fronteira. Somos gratos e humilhados por seus esforços e estamos em contato regular para nos mantermos informados sobre a situação local”.

A Sony Music seguiu o mesmo caminho. Em um comunicado divulgado na semana passada, a Sony explicou: “Como parte de sua ajuda ao povo da Ucrânia, o Sony Music Group está doando para a Cruz Vermelha, Direct Relief , International Medical Corps , Save the Children e World Central Kitchen“.

Segundo o comunicado, um programa de correspondência de doações de funcionários da empresa também está em vigor, para ajudar a promover os esforços dessas organizações globais que estão fornecendo ajuda diretamente aos necessitados.

Escrito por Rafa Ventura

BBB22: Após saída de Jade, Gustavo foca sua mira em duas sisters

Jade Picon está na lista de eliminações históricas do BBB; veja!