Warner Music assina primeiro contrato com uma artista virtual
Artista virtual Ha Jiang | Foto: Divulgação
in

Warner Music assina primeiro contrato com uma artista virtual

Ha Jiang é a primeira artista virtual a conseguir um contrato de gravação com uma grande gravadora.

A Warner Music, por meio da sua subsidiária, Whet Records, acaba de anunciar a contratação da primeira artista virtual da história da música. Fundada em abril, o braço de dance pan-asiático da Warner na China, está se expandindo rapidamente a ponto de entrar para história da música ao assinar contrato com Ha Jiang, conhecida localmente como um grande “ídolo virtual”.

De acordo com informações do Music Business Worldwide, até o momento, a Whet tinha se centrado apenas em artistas reais, com contratações de destaque, incluindo a estrela DJ chinesa, Lizzy Wang, o pioneiro do music dance, Mickey Zhang, e um dos principais DJs do sudeste da Ásia, o 22Bullets.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Whet Records (@whetrecords)

No entanto, esta última safra de contratações também inclui um artista que só existe online: Ha Jiang. A jovem artista virtual já possui um grande negócio na Ásia, especialmente na China e no Japão, onde acumula uma base significativa de fãs. Por lá, os “ídolos virtuais” falam sobre suas vidas, seus relacionamentos, o que fazem, as coisas que os interessam. E alguns começaram a construir carreiras como influenciadores e modelos de moda.

O mais próximo que o Brasil vivencia disso é com a Lu, da Magalu, que possui mais de 24 milhões de fãs nas redes sociais, e é considerada a maior influenciadora virtual do Brasil. A Lu já fez aparições com o Alok, no clipe de “My Head (Can’t Get You Out)”, e com Anitta, na campanha “Rio, o Magalu chegou geral!”.

> Deezer e Magalu anunciam plataforma de venda de instrumentos

Primeiro contrato de uma artista virtual

Ha Jiang é a primeira a conseguir um contrato de gravação com uma grande gravadora. Em conversa com a MBW, Jon Serbin, CEO da Warner Music Greater China e head da Whet Records, revela que a gravadora está “procurando por artistas originais, que possamos ajudar a eliminar o ruído e nos conectar a uma enorme base de fãs”.

Leia mais:

Segundo ele, os “ídolos virtuais” já são um grande fenômeno na China, assim como em outras partes da Ásia. “Eles estão atraindo muitos seguidores nas redes sociais, principalmente os fãs da Geração Z. As pessoas ficam realmente engajadas com o dia a dia dos ídolos, da mesma forma que com estrelas de cinema ou modelos reais”, destaca.

“Até agora, os ídolos tiveram principalmente carreiras na moda, participando de passeios virtuais de gatos e vestindo os designs mais recentes. Como acontece com qualquer forma de fama, existem estrelas que se transformam em música. “Ídolos virtuais” não será diferente. Vemos muita sobreposição entre os seguidores de estrelas pop chinesas e os fãs de ídolos virtuais, então eles já estão atraindo o mesmo público”, destaca.

Ha Jiang, que já tem mais de 100.000 seguidores na China e já é considerada uma influenciadora social, conhecida por seu senso de estilo e moda. A personalidade já participou, inclusive, de campanhas para a cidade de Xangai para promover uma direção segura.

Escrito por Rafa Ventura

Simaria sobre pausa na carreira: “Ou parava ou eu ia morrer”

Arthur Picoli, do “BBB21”, fecha contrato com o Flamengo