Azealia Banks. Foto: Instagram
in ,

Após vídeo com gato, Azealia Banks sofre com ataques virtuais

Mensagens direcionadas à rapper são de conotação racista e de intolerância religiosa

O vídeo publicado – e posteriormente deletado – por Azealia Banks na manhã desta terça-feira (12) segue como um dos assuntos mais comentados do dia. Desde então, a rapper tem recebido mensagens com conotação racista e de intolerância religiosa.

Muitos internautas criticaram a artista, ignorando o fato de que guardar os restos mortais de um animal doméstico, em alguns lugares do mundo, é uma tradição. De mudança de Los Angeles para Miami, nos Estados Unidos, ela não quis deixar para trás o bichinho morto há três meses.

A cantora já falou sobre seu envolvimento com religiões de matriz africanas, como Santería, fundada por escravos cubanos. Apesar disso, surgiram postagens carregadas de preconceito, e insinuações de que ela estaria fazendo uma sopa com o animal — vale lembrar que Azealia é vegana.

O que deixa explícita a falta de conhecimento do júri das redes sociais antes de apontar o dedo para celebrações religiosas ou tradições familiares e/ou individuais.

Apesar disso tudo, a notícia viralizou rapidamente com comentários carregados de mentiras, racismo e intolerância religiosa. Palavras como “doente” e “doida” foram usadas para descrever uma pessoa que decidiu compartilhar um ritual de passagem com seus fãs.

Não demorou muito para a artista apagar os registros de suas redes sociais. Mas houve também quem saísse em defesa de Azealia, mostrando que o ato, inclusive, é mais comum do que parece.

Escrito por Leonardo Rocha

Bandsintown lança novo serviço de assinatura de streaming de shows; saiba mais

Storytelling POPline: As Baías falam sobre a parceria com Luísa Sonza. Foto: Divulgação

Storytelling POPline: As Baías falam sobre a parceria com Luísa Sonza