in ,

Vídeo compila vendas internacionais e mostra a evolução os artistas mais rentáveis desde 1969!

O mundo da música mudou muito nos últimos 50 anos. Do domínio completo das rádios, o apoio da TV com a inserção de bandas ao vivo em programas de auditório e posteriormente a criação dos videoclipes, passando pela popularização da internet e ferramentas de distribuição de música online, muita coisa mudou. O consumo mudou e enquanto novos nomes foram surgindo veteranos se adaptaram aos novos formatos.

Essa música fica clara em um vídeo compartilhado pelo canal no YouTube “Data is Beautiful”. O dono se diz um “estudante PhD, fissurado por dados e que ama conteúdos visuais”. No mais recente vídeo do canal, ele repassa os artistas mais vendidos de 1969 a 2019 usando a RIAA (Associação Americana da Indústria de Gravação), o IFPI (International Federation of the Phonographic Industry) e gravadoras/distribuidoras como fonte.

Na década de 1960, os Beatles e Elvis Presley dominam as vendas e o panorama seguiu assim quase até meados de 1970 quando o Led Zeppelin estourou mundialmente. Pink Floyd, ABBA, Eagles, Barbra Streisant, Elton John também estão os mais vendidos da década de 190.

Em 1980, vemos o surgimento de ícones na lista como Michael Jackson, AC/DC, Prince, The Rolling Stones, U2, Bon Jovi, Aerosmith, Whitney Houston, Madonna, entre outros. Em 1990, o pop e a música country começam a ampliar seu domínio em vendas com artistas como George Michael, Mariah Carey, Celine Dion, Backstreet Boys Shania Twain e Garth Brooks.

No início dos anos 2000 é a vez do crescimento exponencial do Eminem, Britney Spears, Christina Aguilera, o domínio do Jay Z, Lil Wayne, surgimento do Linkin Park, Maroon 5, Coldplay, Rihanna e Kanye West. Nos anos 2010 entraram na briga nomes como Lady Gaga, Katy Perry, Kesha, Bruno Mars, Justin Bieber, Adele e o rei da atualidade, Drake.

Assista:

Escrito por Amanda Faia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tones And I tem concorrência no Reino Unido: Dua Lipa

Grammy Latino confirma performances ao vivo da Anitta e Rosalía