(Foto: Getty Images / Uso autorizado POPline)
in ,

“Vergonha”: Conselho de pais critica performance de Cardi B e Megan Thee Stallion no Grammy

Conselho visa proteger crianças de conteúdos considerados inapropriados na TV.

Após a performance de Cardi B e Megan Thee Stallion com a música “WAP”, com direito a funk no final, no Grammy Awards 2021, já era de se esperar que o Conselho Televisivo de Pais dos Estados Unidos recriminasse a premiação e as duas artistas pelo conteúdo extremamente sexual exibido na noite deste domingo (14).

Cardi B Megan Thee Stallion Grammy 2021 WAP
Foto: Getty Images / Uso Autorizado POPline

O Conselho, que tem como missão (como descrito em seu site oficial) proteger as crianças de conteúdos considerados inapropriados na TV, seja sexo, violência ou profanidades, publicou um comunicado, considerando uma “vergonha” a CBS ter permitido a performance de “WAP” ter ido ao ar.

Confira o comunicado completo, traduzido:

“A transmissão do Grammy de ontem à noite nos lembrou de como a música é importante em nossas vidas, e talvez nunca foi tão importante quanto nos últimos doze meses. Ouvir a letra inspiradora de ‘Lean on Me’ não foi apenas um emocionante tributo ao saudoso, incrível, Bill Withers, ele também incorporou os homens e mulheres altruístas nas linhas de frente da pandemia.

Mas nós também fomos lembrados que uma transmissão televisiva não é a mesma coisa, e não deveria ser a mesma coisa que um videoclipe explícito na internet. 

A performance de ‘Wet-Ass P*ssy’, e não vamos fingir que ‘WAP’ significa outra coisa, foi completamente inapropriada para uma transmissão de horário nobre de uma rede de televisão. Os artistas têm todo o direito de confundir empoderamento com depreciação, e sensualidade com devassidão, mas uma transmissão de rede de televisão tem um padrão mais alto – especialmente durante um período quando crianças podem estar assistindo. Vergonha CBS.

Música apresenta para sua audiência uma variada quantidade de objetivos e é difícil imaginar objetivos mais distantes do que as mensagens de ‘Lean on Me’ e ‘WAP’. E música ou tem a habilidade de influenciar quem ouve ou não tem a habilidade de influenciar quem ouve. Nós acreditamos que seja o primeiro, e por tudo o que os artistas declaram, eles também acreditam nisso. Eu apenas espero que possamos nos apoiar nos nossos artistas por inspiração e encorajamento durante o período cada vez mais vexatório do planeta.”

Aqui no Brasil, a performance de “WAP” também sofreu críticas, mas pelo uso do funk no final da apresentação. Rick Bonadio considerou que o funk não é “musica boa” e que o alarde da aparição do remix de Pedro Sampaio no Grammy não deveria ser maior do que a exportação de outros ritmos brasileiros, como Bossa Nova e Samba Rock.

Escrito por Kavad Medeiros

Sam Smith tem resposta do BRIT Awards após criticas sobre categorias de gêneros

Exclusivo: Pedro Sampaio conta como sua música foi parar no Grammy