banner com link para rádio globo
Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Globo)
in ,

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”

O tão esperado retorno do “olho de cabra” pode estar mais perto do que você imagina

As comidas diferentonas de “No Limite” prometem ser (mais uma vez) um dos pontos altos do reality show de sobrevivência! Afinal, quem é que não está ansioso para o retorno do icônico “olho de cabra” depois da edição de 2021? Estamos esperamos nesta nova temporada aqueles banquetes de arrepiar qualquer paladar!

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Leia mais:

O que não falta são especulações, afinal, será que dessa vez Boninho se superará ainda mais na criatividade do cardápio? A gente ainda não sabe a data da dinâmica, mas que tal já abrir o apetite…  Ou não.

O POPline listou 8 comidas exóticas que poderiam aparecer em “No Limite”. Veja:

Queijo Casu Marzu

É difícil achar uma pessoa que não goste de queijo, mas será que todo mundo conseguiria encarar um com larvas vivas? Esse é o Casu Marzu, que em 2009 foi declarado pelo Guinness World Records como o mais perigoso do mundo. Produzido originalmente na ilha italiana de Sardenha, ele é feito com leite de ovelha. Contudo, um ingrediente especial garante sua textura cremosa:  Moscas-do-queijo que depositam seus ovos.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Ovo centenário

Tradicional da China, o ovo centenário é uma iguaria famosa no Oriente. Ele é feito com ovos de pato, ganso, galinha ou codorna e fica em conserva por mais de 100 dias (alguns ficam anos). Isso faz com que ele fique com uma cor bem escura, cheiro forte e sabor intenso de enxofre.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Esperma de Bacalhau

Também conhecido como Shirako, o Esperma de Bacalhau é o equivalente masculino de caviar (ovas de peixe). Apreciado no Oriente, em especial no Japão, o fluído seminal é servido junto dos testículos e sua textura é cremosa, assim como um pudim.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Haggis

Haggis é um prato escocês que consiste nos órgãos de um ovelha cozidos dentro do estômago do próprio animal. Pode ser chamado também como “bucho de ovelha” — com coração, pulmão e fígado — e são necessárias cerca de três horas de cozimento para que as vísceras estejam prontas para serem servidas. De fato, inusitado!

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Leia mais:

Sangue de porco coagulado

Para criar esse prato, o sangue do animal é cozido com um pouco de gordura até atingir a coagulação, ficando sólido e parecido com embutidos. É como se fosse uma linguiça, só que dependendo da receita pode ficar com um gosto forte de ferro. O sangue de porco coagulado é muito consumido na França, Irlanda, Inglaterra e Alemanha, e também em alguns países da América Latina.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Cérebro de macaco

Em “No Limite” os participantes já comeram cérebro de bode, então não seria tão estranho termos cérebro de macaco nesta temporada. O prato, muito comum na África do Sul e no leste asiático, consiste no cozimento do órgão após conserva e retirada de membranas e vasos sanguíneos da camada mais superficial.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Surströmming

A origem do prato é incerta, mas o que se sabe é que ele está presente na cultura sueca desde o século 16. Surströmming (conhecido também como “peixe podre”) é o nome dado a uma refeição composta por arenques do Mar Báltico fermentados com salmoura e pouco sal. Eles são enlatados e a recomendação é que sejam consumidos fora de ambientes fechados por conta do forte cheiro — o que acaba também interferindo em seu gosto.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Farofa de formiga

E, pra finalizar, uma comida natural do Brasil! A farofa de formiga é uma refeição típica das regiões rurais do país, mas algumas pessoas do Nordeste também comem a formiga tanajura (ou iça). Seu abdômen é refogado com alho, cebola e outros temperos e depois unido à farinha. As formigas, para quem não sabe, são bem nutritivas e certamente caíram bem em um programa como “No Limite”.

Veja 8 comidas diferentonas que poderiam aparecer em “No Limite”
(Foto: Divulgação)

Curtiu? Fica a ideia, Boninho!

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Live-action de "Resident Evil" ganha teaser sangrento

Live-action de “Resident Evil” ganha teaser sangrento

"Duna: Parte 2" anuncia Christopher Walken para elenco

“Duna: Parte 2” anuncia Christopher Walken para elenco